terça-feira, 2 de junho de 2015

Professores da rede estadual de PE decidem manter greve

NE10
Categoria decidiu pela manutenção da greve, decretada pela segunda vez no dia 29 de maio / Foto: reprodução/Facebook do Sintepe
Categoria decidiu pela manutenção da greve, decretada pela segunda vez no dia 29 de maioFoto: reprodução/Facebook do Sintepe
Os professores da rede estadual de Pernambuco decidiram na tarde desta terça-feira (2) manter a greve da categoria deflagrada na última sexta-feira (29). Esta é a segunda greve dos professores da rede pública apenas em 2015.

A decisão foi tomada em votação, realizada durante uma assembleia do Sindicato dos Profissionais em Educação de Pernambuco (Sintepe). A reunião aconteceu no Clube Internacional do Recife e, segundo o Sintepe, reuniu cerca de 2 mil profissionais.

A principal reivindicação dos professores é o reajuste de 13,1 % dos salários de todos os profissionais da rede.

As negociações entre o Governo de Pernambuco acontecem desde abril deste ano, quando o primeiro movimento grevista foi decretado. Na ocasião, os professores permaneceram com as atividades suspensas por 24 dias.

A greve atinge cerca de 650 mil alunos matriculados na rede estadual de Pernambuco para o ano letivo de 2015. De acordo com o último balanço divulgado pela Secretaria de Educação do estado, apenas 0,7% das escolas da aderiram à greve e cerca de 13% das escolas aderiram parcialmente.

A Secretaria ainda aconselha aos pais doa alunos que continuem levando os seus filhos para acompanhas as aulas normalmente.

Sem comentários:

Publicar um comentário