quinta-feira, 2 de julho de 2015

A 12 dias da Reunião Anual da SBPC, UFSCar realiza últimos preparativos

A 12 dias da Reunião Anual da SBPC, UFSCar realiza últimos preparativos





Expectativa é de que aproximadamente 15 mil pessoas visitem São Carlos.
Reunião é a principal vitrine da produção científica na América Latina.

A 12 dias da 60ª reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), a cidade de São Carlos (SP) se prepara para sediar o evento na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) pela primeira vez. A expectativa é de que 15 mil pessoas passem pelo evento e movimentem a economia da cidade. A reunião da SBPC é a principal vitrine da produção científica no país e expõe aos visitantes os últimos avanços da ciência e da tecnologia. O encontro ocorre entre os dias 12 e 18 de julho.

A SBPC tem mais de 600 mil cientistas, professores e estudantes associados e todos os anos organiza uma reunião para divulgar o que as universidades e instituições estão fazendo em todo o país. “Nós temos a SBPC Inovação Tecnológica, a SBPC Jovem, a ExpoTec, que é um grande pavilhão com seis mil metros quadrados onde estarão expostos vários institutos de pesquisa brasileiros, agências de fomento, que vão estar mostrando a produção científica e tecnológica brasileira”, comentou o vice-reitor da UFSCar, Adilson de Oliveira.
Estrutura para o evento está sendo montada na UFSCar em São Carlos (Foto: Reginaldo dos Santos/EPTV)
Estrutura para o evento está sendo montada na
UFSCar (Foto: Reginaldo dos Santos/EPTV)
Sobre a escola pela cidade de São Carlos, Oliveira enfatiza o título recebido pelo município. “Capital da tecnologia, justamente porque em São Carlos, além da UFSCar, temos a USP, dois parques tecnológicos, duas Embrapas e outras instituições que fazem São Carlos ser uma cidade singular como falamos no cenário brasileiro da ciência e tecnologia”, apontou.

Obras
Dentro da UFSCar, uma estrutura está sendo construída para receber os visitantes. 100 funcionários estão trabalhando para levantar a obra. “A gente está ajudando para que esse jovens venham, aprendam mais, e vão produzir muito mais coisas melhores para que os que vão vir futuramente possam ter orgulho disso”, disse o encarregado de obras, Célio Roberto Silva.

O carpinteiro Aparecido Seguessi não teve a oportunidade de estudar e deixou a escola para ajudar no sustento da família. Foi com a experiência que o homem conquistou, ao longo de mais de 40 anos de trabalho, que ajudou a construir a UFSCar e agora trabalha para o maior evento científico da América Latina. “Nós fizemos cinco prédios aqui dentro da UFSCar. Para a gente é uma honra. É um orgulho que temos, estar trabalhando aqui”, falou.
Taxistas esperam aumento no número de corridas em São Carlos (Foto: Reginaldo dos Santos/EPTV)
Taxistas esperam aumento no número de corridas
(Foto: Reginaldo dos Santos/EPTV)
Expectativa
Os visitantes trazidos pelo evento devem movimentar a economia da cidade. Por isso, muitos setores estão otimistas. “É o primeiro grande evento que São Carlos atende durante este ano. Nós esperamos um aumento de 50% em restaurantes e bares da cidade e região. Em termos de hotéis, com certeza toda a rede hoteleira está ocupada 100% nessa data”, disse o presidente do Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes, Thiago Villani.

No hotel em que Hugo Morettin é gerente já não há vagas para a data do encontro e os 96 quartos já estão reservados. “A gente está mandando o excedente de demanda para Araraquara, em outra unidade da rede, e já temos pessoas que estão hospedadas aqui antes do evento e depois também. O pessoal que vai fazer a desmontagem e o pessoal que está fazendo a coordenação antecipadamente”, relatou.

Os taxistas também estão animados. Para ajudar a divulgar o evento, muitos transformaram os próprios carros em outdoor. Em uma das cooperativas da cidade, a expectativa é de que o número de corridas aumente de 500 para cinco mil por dia. “Diariamente um taxista faz em média de 15 a 20 corridas e acredito que conseguirei fazer umas 60 no dia. Vamos trabalhar bastante. Podia ter esse evento todos os dias”, comentou o taxista Milton Francisco Neto.

Sem comentários:

Publicar um comentário