quinta-feira, 30 de julho de 2015

Juiz da Lava Jato é aplaudido de pé durante palestra em Curitiba

Sérgio Moro falou em evento promovido pelo Instituto dos Advogados do PR.
Em 40 minutos, ele citou a Operação Mãos Limpas, que ocorreu na Itália.




O juiz federal Sérgio Moro foi aplaudido de pé, durante uma palestra nesta quarta-feira (29), em Curitiba. O evento foi promovido pelo Instituto dos Advogados do Paraná. Moro é responsável por conduzir, em primeira instância, os processos relativos à Operação Lava Jato, que investiga, entre outros assuntos, desvios bilionários de dinheiro dos cofres da Petrobras.
A plateia era formada basicamente de advogados, jornalistas e fãs do juiz, que se tornou famoso pela repercussão da Lava Jato. Por força de lei, o magistrado não falou sobre os processos referentes à operação que conduz. No entanto, citou um caso parecido, a Operação Mãos Limpas, que ajudou a reduzir os índices de corrupção na Itália, nos anos 1990, e culminou na prisão de políticos e mafiosos.
O magistrado fez uma comparação apontando semelhanças e diferenças entre a operação italiana e as que atualmente monopolizam o noticiário brasileiro. Para o juiz, o Brasil precisa de reformas estruturais e de uma revisão nas leis. Moro acredita que julgamentos mais rápidos podem ajudar a reduzir a impunidade.
Durante os questionamentos, o juiz também foi indagado sobre a Lei da Transparência. Sérgio Moro considera que a lei precisa ser aplicada em todas as esferas do poder público. "Ela tem que abranger todas as formas de atuação da administração pública, direta e indireta, incluindo aí as empresas estatais. Até pelo gigantesco orçamento e pela importância que essas empresas estatais têm dentro do nosso domínio econômico", pontuou.

Sem comentários:

Publicar um comentário