Em Pernambuco 'Por defender os animais, fui agredido', diz cuidador de cachorros em Caruaru

Paulo Henrique Viana cuida de 8 bichos em casa e de animais de rua.
Ele diz que vizinho se incomodou com barulho e ameaçou matar bichos.







O autônomo Paulo Henrique Viana, de 33 anos, denunciou à polícia ter sido agredido a pauladas ao tentar proteger os cachorros que ficam sob os cuidados dele, em Caruaru, Agreste de Pernambuco. De acordo com ele, um vizinho se incomodou com o barulho dos animais e ameaçou agredí-los e matá-los. "Por defender os animais, fui agredido. Mas eu já denunciei o agressor à Polícia Civil", disse o autônomo ao G1 nesta quarta-feira (11).
Autônomo levou paulada na cabeça (Foto: Arquivo Pessoal/ Paulo Henrique Viana)
Autônomo também foi agredido na cabeça (Foto:
Arquivo Pessoal/ Paulo Henrique Viana)
Paulo Henrique contou que a discussão começou após um dos animais dele tentar fugir. "Os outros cachorros também queriam sair e começaram a fazer muito barulho. Isso foi no início da manhã, por volta das 5h. No decorrer do dia, meu vizinho disse que não suportava o barulho dos meus animais. Disse que queria matar todos. Começamos a discutir e ele me agrediu com um pedaço de madeira. Também tentou agredir meus cachorros, mas não conseguiu. Ele ainda bateu no meu enteado, de 11 anos", informou.

Ao ver o autônomo ferido, os outros vizinhos prestaram os primeiros socorros. Paulo Henrique contou que cria oito cachorros em casa, mas também busca ajudar os animais das ruas, dando água e comida.
O caso ocorreu na segunda-feira (9) e, segundo a Polícia Civil, foi registrado boletim no mesmo dia. Até a publicação desta matéria, o agressor não tinha sido localizado pela polícia.
Animais cuidados por Paulo Henrique em Caruaru, PE (Foto: Arquivo Pessoal/ Paulo Henrique Viana)
Animais cuidados por Paulo Henrique em Caruaru, PE (Foto: Arquivo Pessoal/ Paulo Henrique Viana)

Comentários