segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Juiz de Figueira x Galo agradece ao 4º árbitro: "Salvou a minha arbitragem"

Marcelo Aparecido de Souza admite que reação de Leonardo Silva o ajudou a rever expulsão do zagueiro na partida em Florianópolis: "Vi nos olhos dele a indignação"








O árbitro Marcelo Aparecido de Souza foi um dos personagens da 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, ao expulsar o zagueiro Leonardo Silva e depois mudar de posição, cancelando a advertência ao zagueiro do Atlético-MG na partida contra o Figueirense, neste domingo, em Florianópolis. Em entrevista ao programa "Redação SporTV", o juiz agradeceu ao quarto árbitro, Flávio Rodrigues de Souza, por tê-lo alertado de que a bola não havia batido na mão do defensor do Galo, e sim na barriga. Alerta que, para ele, "salvou" a sua atuação no estádio Orlando Scarpelli.
Leonardo Silva e Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (Foto: Luiz Henrique/FFC)
Leonardo Silva argumenta com Marcelo Aparecido antes da expulsão (Foto: Luiz Henrique/FFC)
- A decisão foi alterada porque meu colega, o quarto árbitro, me ajuda nessa marcação. Ele ainda diz: "Se foi mão, é dentro da área, mas para mim foi barriga!". No campo de jogo, pelo meu posicionamento, imaginei que bola tivesse tocado no braço, foi muito rápido. Aí o Flávio Souza, o quarto árbitro, salvou a minha arbitragem e me ajudou nesse lance - reconheceu Marcelo Aparecido.
O árbitro admitiu também que a reação indignada de Leonardo Silva acabou contribuindo para que ele revisse a sua posição.
- Vou ser honesto, sincero: me ajudou (a reação do Leonardo Silva). Vejo nos olhos dele a indignação. Ele falou: foi barriga, barriga, você não pode fazer isso. Com a informação do meu colega, confirmou. Por isso que tive uma conversa com ele (Leonardo Silva) isoladamente, até falei: "Vamos voltar, é um trabalho em equipe". Ali ele estava mais calmo porque sabia que iríamos voltar. Ele até pediu desculpas por ter se exaltado comigo. Dali em diante foi tudo bem. O mais importante é que a decisão final foi certa. O mais importante de tudo é o acerto - disse.
O lance ocorreu aos 22 minutos do primeiro tempo. Thiago Santana tentou um cruzamento para a área, e a bola tocou na barriga do zagueiro do Galo. Como Leonardo Silva já havia recebido um amarelo, o lance resultaria em sua expulsão. Com 11 em campo, o Galo conseguiu marcar aos 45 da etapa final, com Dátolo, vencendo o Figueirense por 1 a 0 e evitando que o Corinthians garantisse matematicamente o título brasileiro neste domingo. E ampliou a vantagem para o terceiro colocado, o Grêmio (65 pontos a 59). O vice-campeão brasileiro garante vaga direta na fase de grupos da Libertadores.


Sem comentários:

Publicar um comentário