segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Marriott comprará dona do Sheraton e terá maior rede hoteleira do mundo Acordo envolve negócio de US$ 12,2 bilhões. Companhia combinada terá mais de 5.500 hotéis e 1,1 milhão de quartos.

Marriott comprará dona do Sheraton e terá maior rede hoteleira do mundo
Acordo envolve negócio de US$ 12,2 bilhões.
Companhia combinada terá mais de 5.500 hotéis e 1,1 milhão de quartos.



A rede americana de hotéis Marriott International anunciou nesta segunda-feira (1) que fecou acordo para comprar a dona dos hotéis Sheraton, Starwood Hotels & Resorts Worldwide por US$ 12,2 bilhões, a fim de criar o maior grupo hoteleiro do mundo
A companhia combinada terá em sua propriedade ou por meio de franquias mais de 5.500 hotéis e 1,1 milhão de quartos ao redor do mundo, o que dará à Marriott maior presença em mercados como Europa, América Latina e Ásia, incluindo Índia e China, destaca a agência Reuters.
A Starwood, que recebe quase dois terços de sua receita de fora dos Estados Unidos, basicamente se colocou à venda em abril, quando disse estar considerando alternativas estratégicas.
A operação, aprovada pelos conselhos de administração dos dois grupos, reunirá as marcas Marriott, como Ritz-Carlton, Renaissance, JW Marriott e Gaylord, com as de luxo da Starwood (St Regis, W, Westin, Le Méridien o Sheraton).
A fusão das duas redes hoteleiras criará "um portfólio mais completo" e permitirá reduzir custos estimados em U$ 200 milhões por ano a partir do segundo ano após a compra, informaram as empresas.
Marriot no Brasil
No Brasil, a Marriot possui atualmente 6 hotéis em operação e 7 em construção. Fazem parte da rede o Renaissance São Paulo, o São Paulo Airport Marriott, o JW Marriott Hotel Rio de Janeiro, o Courtyard by Marriott Recife, o Marriott Executive Apartments São Pauloe o  Hotel & Spa do Vinho, em Bento Gonçalves (RS).
Já a Starwood opera no país hotéis da bandeira Sheraton no Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Vitória, Porto Alegre e Cabo de Santo Agostinho (PE), além da rede Four Points.

Sem comentários:

Publicar um comentário