TCE determina melhorias em aterro sanitário de Caruaru, PE Denúncia de 2013 foi julgada procedente em parte pelo tribunal, na quarta. Prefeitura disse que recomendações foram atendidas ou estão em conclusão.

TCE determina melhorias em 
aterro sanitário de Caruaru, PE
Denúncia de 2013 foi julgada procedente em parte pelo tribunal, na quarta.
Prefeitura disse que recomendações foram atendidas ou estão em conclusão.



















O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) determinou que a prefeitura de Caruaru, no Agreste, realize melhorias no aterro sanitário. A segunda câmara do órgão julgou procedente em parte, na quarta-feira (18), uma denúncia recebida em 2013. Entre as determinações está a adoção de medidas urgentes para a construção de uma nova estação de tratamento de efluentes (resíduos das indústrias, dos esgotos e das redes pluviais).
Em nota enviada nesta quinta-feira (19), a prefeitura informou que todas as recomendações foram atendidas ou estão em fase de conclusão. Segundo a nota, está sendo feita a ampliação da área do aterro sanitário - com a construção da terceira célula - e o espaço terá capacidade para comportar o lixo produzido pela população nos próximos três anos; o custo foi de R$ 550 mil. Ainda de acordo com a nota, será construída uma central de triagem para coleta seletiva, no valor de R$ 125 mil.
O TCE informou que após inspeções foi constatada a ausência de implantação de uma nova estação de tratamento de afluentes, para, de acordo com o processo, evitar prejuízos ao meio ambiente. O órgão determinou também a adoção de medidas necessárias à adequada operação do aterro sanitário e cumprimento da legislação ambiental em vigor.
A assessoria do TCE destacou ainda que a Segunda Câmara não assinou prazo para o cumprimento das determinações, sendo estas objeto de verificação das próximas auditorias. Após a publicação do Acórdão, por meio do Diário Oficial Eletrônico do TCE-PE e encaminhamento de cópia da decisão à Prefeitura de Caruaru, caso o gestor não adote as medidas elencadas, nem apresente justificativas, poderá sofrer penalidades previstas em lei.

Comentários