sexta-feira, 6 de novembro de 2015

UFPE vai oferecer 6.972 vagas no Sisu para o ano de 2016

Cursos que eram ofertados fora do Sisu também entraram no sistema.
Metade das vagas é reservada para o sistema de cotas.


Cursos que eram ofertados fora do Sisu também entraram no sistema. Metade das vagas é reservada para o sistema de cotas.
Cursos que eram ofertados fora do Sisu também entraram no sistema.Metade das vagas é reservada para o sistema de cotas.
A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) vai ofertar 6.972 vagas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para a entrada em 2016, nos 96 cursos presenciais de graduação que a instituição ofererce. Metade das vagas são reservadas para o sistema de cotas. Os detalhes foram informados pela universidade nesta sexta-feira (6).
As vagas são para cursos de gradução nos três campi da UFPE: 5.502 são para o campus Recife, enquanto os campi Agreste e Vitória têm 1.040 e 430 vagas, respectivamente. Em relação ao ano passado, o número de vagas aumentou -- para o ingresso 2015, foram oferecidas 6.562 --, já que foram incluídos no Sisu cursos que eram ofertados fora do sistema. A lista de vagas está disponível no site da instituição.
A partir deste ano, os cursos do grupo de engenharias deixam de ter uma seleção para o segundo semestre e passam a integrar as vagas do Sisu, assim como as graduações de engenharia civil e comunicação social do campus Caruaru e o bacharelado em química do campus Recife.
Para o ingresso, serão consideradas as notas do Enem 2015. Também nesta sexta (6), foram divulgados os pesos e notas mínimas para os candidatos que desejam concorrer às vagas, de acordo com o curso escolhido. A lista de pesos e notas também está disponível no site da universidade.
A UFPE também vai manter o argumento de inclusão regional para os candidatos que residem no interior do estado: ao escolher os campi do interior, eles receberão um acréscimo de 10% na nota final.
Seleção específica
Apesar da adesão ao Sisu, alguns cursos da UFPE não vão selecionar os candidatos apenas por meio da seleção. As graduações presenciais de bacharelado em música, para canto e instrumento, e de licenciatura em música e em dança terão um processo seletivo específico. Serão utilizadas as notas do Enem 2015 e uma prova, aplicada pela Comissão de Processos Seletivos e Treinamentos (Covest/Copset).

Sem comentários:

Publicar um comentário