quarta-feira, 13 de abril de 2016

Dois moradores de Noronha são confirmados como condutores da Tocha Olímpica na ilha

Dois moradores de Noronha são confirmados como condutores da Tocha Olímpica na ilha






Léo Veras e Felipe França foram selecionados
O engenheiro de pesca, Léo Veras, e o professor de música, Felipe França, são os dois primeiros moradores de Fernando de Noronha confirmados no revezamento da Tocha das Olímpiadas deste ano. A pira vai passar na ilha no próximo dia 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente. Representantes da comunidade local  e atletas escolhidos pelo Comitê Olímpico  vão circular com o símbolo dos Jogos 2016.  Jornalista de todo o mundo vão registrar a passagem da Tocha por Noronha




Veras e Felipe foram selecionados por um dos patrocinadores do evento esportivo, responderam questionários e  a receberam um e-mail confimando a participação com o seguinte texto:  “Você é um dos 12 mil condutores selecionados para carregar a Tocha Olímpica Rio 2016. Contamos com você para espalhar o espírito Olímpico por todo o Brasil e fazer os primeiros Jogos da América do Sul inesquecíveis!”. A comunicação também informa que semanas antes de participar do revezamento a produção do evento vai repassar  os detalhes como local, hora e número de identificação. Os participaram também recebem o kit virtual do condutor.
Léo Veras mora em Fernando de Noronha há 26 anos,  é pesquisador de tubarões e curador do Museu dos Tubarões. O engenheiro de pesca também criou o Planasub, prancha que auxilia o mergulho de reboque que virou uma atração turística na ilha. “Estou muito feliz em representar o cidadão  comum no revezamento da Tocha Olímpica. Cada brasileiro também é um atleta no dia a dia, trabalhando e lutando pela melhoria do nosso país. É uma honra participar deste evento”, afirmou Veras.
Léo Veras e Fátima Bernardes
 Léo Veras no programa Encontro com Fátima Bernardes
O sanfoneiro Felipe França, morador da ilha há cinco anos, é professor de música da Escola Arquipélago. Cerca de 150 estudantes de Fernando de Noronha recebem aulas do mestre, que  também criou a banda Xote dos Milagres, grupo de forró formado por jovens especiais. “Fiquei muito honrado com a escolha, acredito que o trabalho que realizado em Noronha foi decisivo na indicação. Já estou ansioso na espera no revezamento da Tocha das Olimpíadas 2016”, comemorou o músico.
Patrìcia Poeta e Felipe França
Patrícia Poeta com o professor Felipe França (Foto: Ana Clara Marinho/TV Globo)










Sem comentários:

Publicar um comentário