MST interdita BR-232 em protesto contra impeachment, em Caruaru

Organização calculou 300 pessoas em ato público na BR-232; PRF afirma 50.
Na mobilização, manifestantes colocaram fogo em pneus e levaram cartazes


Um protesto em favor da democracia e contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff foi realizado na manhã desta terça-feira (26), no quilômetro 127 da BR-232, em Caruaru, Agreste de Pernambuco. A mobilização fechou os sentidos da rodovia. Os manifestantes colocaram fogo em pneus e levaram faixas e cartazes.
De acordo com Jaime Amorim, integrante do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), aproximadamente 300 pessoas participaram do ato; a Polícia Rodoviária Federal (PRF) contabilizou 50 manifestantes.

Ao G1, a PRF informou que o protesto foi realizado entre as 7h30 e as 8h30, mas a rodovia ainda não foi liberada porque a polícia aguarda a chegada do Corpo de Bombeiros - solicitado para controlar o fogo proveniente da queima de pneus.

"Nosso protesto é contra o impeachment e contra esse golpe que estão querendo organizar. Também estamos defedendo a democracia do nosso país", disse ao G1 Jaime Amorim.

A mobilização do MST é nacional e em Caruaru foi organizada pela Frente Brasil Popular. No site oficial, o MST destacou que o ato também foi realizado para "recolocar a Reforma Agrária na agenda política e para defender a democracia, ameaçada pelo processo de impeachment".
Durante o ato, manifestantes queimaram pneus na rodovia (Foto: Magno Wendel/TV Asa Branca)
Durante o ato, manifestantes queimaram pneus na rodovia (Foto: Magno Wendel/TV Asa Branca)

saiba mais

Comentários