domingo, 17 de abril de 2016

Protesto contra Dilma em Brasília gera 1,5 tonelada de lixo 17 / 04 / 2016 - HOJE - 17 DE ABRIL DE 2016 /

SLU informou ter deslocado 40 garis para fazer a limpeza do local.
Polícia Militar prendeu três pessoas durante o evento no domingo.







O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) recolheu 1,5 tonelada de lixo durante o protesto deste domingo (15) na Esplanada dos Ministérios, no centro de Brasília. O ato, que reuniu 2 mil pessoas, pedia o impeachment da presidente Dilma Rousseff, cobrava o fim da corrupção e apoiava o retorno da ditadura militar.
saiba mais
Manifestantes pedem impeachment de Dilma em protesto na Esplanada
Para o recolhimento dos resíduos, o SLU destacou 40 garis trabalhando em três turnos diferentes. O entulho foi trasportado em um caminhão caçamba.
Segundo a Polícia Militar três pessoas foram presas no evento. Uma por porte e uso de maconha, outra por desacato e a terceira por injúria racial. Não houve dano ao patrimônio, segundo a PM.
Protesto de domingo
O protesto começou às 8h. De acordo com a Polícia Militar, no início da manifestação, 500 pessoas participavam do ato. Às 11h, a polícia estimava a participação de 2 mil pessoas.
Durante a manifestação, policiais fizeram barreiras pra revistar mochilas, bolsas e bolsos dos manifestantes. Além do Eixão, as vias S1 e N1 ficaram fechadas na altura da Rodoviária do Plano Piloto. O trânsito de veículos estava autorizado na N2 e na S2.
Vestidos de verde amarelo, os manifestantes levaram cartazes e faixas, além de um boneco do ex-presidente Lula vestido de presidiário sendo enforcado e caixões simulando um enterro da presidente Dilma e de Lula.
Manifestantes colocaram caixões simulando um enterro da presidente Dilma e do ex-presidente Lula em frente ao Congresso Nacional (Foto: Jéssica Nascimento/G1)
Manifestantes colocaram caixões simulando um enterro da presidente Dilma e do ex-presidente Lula em frente ao Congresso Nacional (Foto: Jéssica Nascimento/G1)
Spray de pimenta
Por volta das 13h, manifestantes invadiram o espelho d'água do Congresso Nacional e foram seguidos pela polícia.
Em seguida, policiais usaram spray de pimenta para evitar que mais pessoas furassem o bloqueio policial e se aproximassem do prédio do Congresso pelo espelho d'água.
Polícia Militar usa spray de pimenta para conter manifestantes que tentaram invadir o espelho d'água do Congresso Nacional (Foto: Jéssica Nascimento / G1)
Polícia usa spray de pimenta para conter manifestantes que tentaram invadir o espelho d'água do Congresso Nacional (Foto: Jéssica Nascimento/G1)

Sem comentários:

Publicar um comentário