Jucazinho passa por manutenção e não abastece 12 cidades por três dias Reservatório passará por manutenção e ajustes mecânicos, diz Compesa. Calendário de abastecimento de água do mês de junho iniciará com atraso.

Jucazinho passa por manutenção e não abastece 12 cidades por três dias
Reservatório passará por manutenção e ajustes mecânicos, diz Compesa.
Calendário de abastecimento de água do mês de junho iniciará com atraso.


O sistema de Jucazinho ficará sem funcionar por três dias a partir desta quarta-feira (1º). A informação foi divulgada pela assessoria da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). O reservatório será submetido a uma manutenção elétrica e a ajustes mecânicos.
Com a suspensão das atividades, o início do calendário de abastecimento de água referente ao mês de junho vai atrasar, segundo a assessoria. A Compesa informou que o sistema será normalizado após a conclusão dos serviços.
Doze municípios serão afetados com a manutenção: Santa Cruz do Capibaribe, Riacho das Almas, Cumaru, Passira, Salgadinho, Casinhas, Surubim, Vertentes, Vertente do Lério, Santa Maria do Cambucá, Frei Miguelinho e Toritama.

1% da capacidade
A barragem de Jucazinho, em Surubim, Agreste, chegou a 1% do volume total, conforme aponta o boletim de monitoramento de reservatórios da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) divulgado em 18 de abril. Com este índice, a barragem atingiu o menor nível de capacidade total desde 1º de junho de 2000, quando começou a ser monitorada pela Apac.

Fosfoetanolamina falha em novos testes com tumores em roedores

Fosfoetanolamina falha em novos testes com tumores em roedores
Substância não inibiu tumores de crescimento rápido.
Estudos não permitem descartar possível efeito em humanos, diz autor.
O Ministério da Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) publicou em seu site sobre a fosfoetanolamina dois novos estudos feitos pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará que concluíram que o composto que ficou conhecido como "pílula do câncer" não teve efeito inibidor sobre dois tipos de tumores em roedores.
Nas pesquisas conduzidas pelo professor Manoel Odorico de Moraes Filho, dois grupos de animais, um de ratos e outro de camundongos, foram inoculados com tumores de rápida proliferação --carsinossarcoma 256 de Walker e sarcoma 180, respectivamente. Em seguida, parte dos animais recebeu doses de fosfoetanolamina durante 10 dias.
Em ambos os casos, comparando-se a evolução das cobaias que receberam o suposto remédio e os que não o receberam, chegou-se à conclusão de que a substância não teve efeito inibidor dos tumores.
Para o professor Odorico, os trabalhos criam uma perspectiva negativa para que a fosfoetanolamina tenha efeito para tumores de crescimento rápido, embora não sirvam para descartar a possibilidade de que funcione em seres humanos. "Não podemos inferir que dê os mesmo resultados em seres humanos. Só podemos dizer que não funciona em gente quando fizermos testes em seres humanos", explicou.
Ele ressaltou que os dois estudos, antes de serem divulgados pelo ministério, foram revisados por especialistas de algumas das principais instituições de câncer no país, como o Instituto Nacional de Câncer, Hospital de Barretos, Icesp, USP e Unicamp. O Ministério adotou essa prática por causa da grande quantidade de leigos que passaram a questionar as metodologias das pesquisas feitas para avaliar a efetividade da fosfoetanolamina.
"Todo mundo quer que dê resultados positivos, mas eles não são muito alentadores", observou Odorico. Testes anteriores divulgados pelo MCTI também não foram positivos. Os primeiros estudos em humanos com a fosfoetanolamina devem começar em agosto, estima o professor da UFC.

EM SIRIJI - PE ASSALTOS EM SIRIJI HÁ POUCOS MINUTOS

MAIS ASSALTOS EM SIRIJI HÁ POUCOS MINUTOS
Uma série de assaltos toma conta do Vale do Siriji no início da noite de hoje 31/05, indivíduos armados assaltam três comércios (inclusive o mercadinho beira rio, que já foi assaltado semana passada) e levam uma moto 150 HONDA de um cidadão que estava passando no momento, moradores da localidade encontram-se amedrontados com essa onda de assalto.

Waldir Maranhão faz consulta à CCJ que pode evitar cassação de Cunha Resposta orientará processo de quebra de decoro do presidente afastado. Em voto, relator recomendou que Câmara casse o mandato de Cunha.

Waldir Maranhão faz consulta à CCJ que pode evitar cassação de Cunha
Resposta orientará processo de quebra de decoro do presidente afastado.
Em voto, relator recomendou que Câmara casse o mandato de Cunha.




O presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), encaminhou nesta terça-feira (31) à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) uma consulta questionando, genericamente, os ritos dos processos de quebra de decoro parlamentar de deputados federais que, teoricamente, pode vir a evitar a cassação do presidente afastado da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
O peemedebista responde, no Conselho de Ética, a um processo de quebra de decoro parlamentar sob a acusação de ter mentido, no ano passado, à CPI da Petrobras quando disse que não possui contas bancárias no exterior.


PROCESSO DE CUNHA
Conselho de Ética analisa quebra de decoro
origem do processo
defesa de cunha
adiamentos
troca de relator
briga entre deputados
relatório preliminar aprovado
entenda: passo a passo
Nesta terça, o relator do processo de cassação de Cunha no Conselho de Ética, deputado Marcos Rogério (DEM-RO), entregou ao colegiado seu parecer final sobre o caso. No relatório, o parlamentar de Roraima recomenda que o presidente afastado perca o mandato.
Apesar de o parecer do relator ser contrário aos interesses de Cunha, aliados do peemedebista avaliam que têm votos suficientes no conselho para rejeitar a proposta de cassação feita por Marcos Rogério, aprovando, no máximo, uma pena alternativa, como a suspensão do mandato.
Segundo integrantes do Conselho de Ética ouvidos pelo G1, um dos objetivos da consulta de Waldir Maranhão é evitar, futuramente, que o plenário da Casa reverta eventual pena alternativa proposta pela maioria dos integrantes do colegiado e determine a cassação de Eduardo Cunha.
Na consulta, o presidente em exercício questiona se, na eventualidade de o Conselho de Ética rejeitar a recomendação original do relator e propor uma pena alternativa, mesmo assim a representação que pede a cassação tem de ser submetida à votação no plenário.
Pelas regras atuais, mesmo que o Conselho de Ética recomende uma punição mais branda do que a perda do mandato, o plenário principal da Câmara é obrigado a analisar o pedido que originou o processo por quebra de decoro parlamentar.
No caso de Cunha, Rede e PSOL – autores da representação contra o presidente afastado da Câmara – pedem que ele perca o mandato.
Com a consulta feita por Waldir Maranhão, os aliados de Eduardo Cunha acreditam que a CCJ possa proibir que o plenário vote a cassação, pena máxima prevista para casos de quebra de decoro parlamentar.
O relatório de Marcos Rogério deve ser lido no Conselho de Ética nesta quarta-feira (1º). A expectativa é que a votação do texto não ocorra nesta semana porque aliados de Eduardo Cunha devem pedir vista (mais tempo para analisar o relatório).
Emendas de plenário
Na mesma consulta, o presidente interino da Câmara também questionou à Comissão de Constituição e Justiça se é permitida a apresentação de emendas no plenário para tentar modificar a pena prevista no parecer do Conselho de Ética.
Waldir Maranhão perguntou ainda se as emendas de plenário podem ser prejudiciais ao deputado que é alvo da representação.
Uma das estratégias traçadas por aliados de Eduardo Cunha é tentar amenizar a eventual punição ao peemedebista na votação do processo de cassação no plenário da Câmara para evitar que ele perca o mandato.
A consulta de Maranhão e a consequente resposta da CCJ abriria caminho para a apresentação de emendas propondo reverter a punição de cassação por outra mais branda, como censura ou suspensão.
Escolhido para relatar a consulta de Waldir Maranhão na CCJ, o deputado Arthur Lira (PP-AL) disse ao G1 que ainda não se inteirou sobre o teor dos questionamentos do presidente em exercício da Casa. "Fiquei sabendo pela imprensa. Vou ver agora do que se trata", enfatizou.
saiba mais
Presidente do Conselho de Ética da Câmara é notificado na Corregedoria
Cunha diz que recorrerá de eventual decisão do conselho contra ele
Decisões favoráveis a Cunha
Nos últimos meses, tanto na função de vice-presidente quanto na de presidente em exercício da Câmara, Waldir Maranhão deu uma série de decisões favoráveis a Eduardo Cunha que retardaram o andamento do processo de cassação do peemedebista no Conselho de Ética.
Na última quarta (25), em resposta a uma questão de ordem do deputado Carlos Marun (PMDB-MT) – outro aliado fiel de Eduardo Cunha – o presidente em exercício da Câmara decidiu que o relatório final do processo de quebra de decoro parlamentar terá que se limitar às denúncias contidas no parecer preliminar aprovado pelo Conselho de Ética.
Com isso, Cunha só poderá vir a ser responsabilizado pela acusação de ter mentido à CPI da Petrobras que não possuia contas bancárias fora do país.
No mesmo ato, Maranhão ressaltou que eventual menção a fatos que extrapolem o parecer preliminar poderá causar “nulidade” do processo de cassação.
Em 19 de abril, antes da votação do parecer preliminar de Marcos Rogério no Conselho de Ética, Waldir Maranhão já havia decidido limitar as investigações à suspeita de que Eduardo Cunha teria contas bancárias secretas no exterior e de que teria mentido sobre a existência delas em depoimento à CPI da Petrobras.
Maranhão também beneficiou Cunha no ano passado ao determinar a subsituição do deputado Fausto Pinato (DEM-SP) da relatoria do processo. Com isso, foi feito um novo sorteio no qual Marcos Rogério (DEM-RO) assumiu a reltoria do caso. A troca de relatores acabou atrasando o andamento das investigações.

Painel turístico com sanfona é atrativo do São João 2016 de Caruaru, PE Com sanfona de 120 baixos, letreiro está localizado no Centro do município. Material foi produzido com MDF dobrado e recortado, segundo a prefeitura.

Painel turístico com sanfona é atrativo do São João 2016 de Caruaru, PE
Com sanfona de 120 baixos, letreiro está localizado no Centro do município.
Material foi produzido com MDF dobrado e recortado, segundo a prefeitura.


Um letreiro com 8 metros de comprimento e 1,2 metro de altura tem chamado a atenção em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Localizado na Avenida Rio Branco, no Centro, ele faz uma homenagem ao município. Com o nome da cidade ao lado de uma sanfona, ele faz jus ao título de "Capital do Forró".


SÃO JOÃO 2016
'Maior e Melhor São João' em Caruaru
programação completa 2016
confira agenda de shows
locais para curtir além do 'pátio'
opções de hospedagem
pontos turísticos para visitar
eventos de 'comidas gigantes'
história do são joão
De acordo com a assessoria da prefeitura, a sanfona é uma réplica idêntica ao instrumento de 120 baixos. As letras foram produzidas a partir do MDF dobrado e recortado.
O letreiro foi pintado com tinta automotiva e revestido com resina e fibra de vidro. Ele está localizado em frente a um hotel no município.
Sobre a festa
A programação do São João 2016 de Caruaru, começa no dia 4 de junho e seguirão até 29 do mesmo mês. A abertura será realizada no Pátio de Eventos Luiz Gonzaga e terá shows de Elba Ramalho e Nando Cordel. A lista de atrações conta ainda com Bell Marques, Luan Estilizado, Adelmário Coelho, Gustavo Lima, Dorgival Dantas e a dupla Matheus e Kauan.
Serão homenageados o jornalista Marcolino Jr. (em memória), a artesã Marliete Rodrigues, além dos cantores e compositores Walmir Silva e Gilvan Neves.

A "Capital do Forró" ainda traz outros atrativos para os turistas no São João 2016. Os visitantes poderão conhecer museus e outros polos festivos durante o mês de junho.

Dólar fecha em alta e sobe 5% em maio, mas ainda recua no ano Moeda subiu 0,96% frente ao real nesta terça, cotada a R$ 3,6123. Noticiário intenso e incertezas políticas elevaram apreensão dos mercados.

Dólar fecha em alta e sobe 5% em maio, mas ainda recua no ano
Moeda subiu 0,96% frente ao real nesta terça, cotada a R$ 3,6123.
Noticiário intenso e incertezas políticas elevaram apreensão dos mercados.



O dólar fechou em alta nesta terça-feira (31), acima de R$ 3,60, terminando o mês de maio com alta de 5%, em mais um dia de noticiário intenso no cenário político, com destaque para o indiciamento do presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco.
A preocupação do mercado, segundo a Reuters, é que o clima de instabilidade política dificulte a aprovação no Congresso de medidas econômicas propostas pelo governo do presidente em exercício, Michel Temer.


MERCADO FINANCEIRO
Veja as cotações dos principais mercados
dólar hoje
bovespa hoje
china e os mercados
o que são swaps cambiais
mais cotações
A moeda norte-americana subiu 0,96%, a R$ 3,6123 na venda. Veja a cotação do dólar hoje.
No mês de maio, a moeda dos EUA acumulou valorização de 5%. Em 2016, contudo, o dólar ainda recua 8,5%
Expectativas sobre a saída de Dilma Rousseff da presidência haviam feito a moeda recuar nos últimos meses. Mas logo após o processo de impeachment ser aprovado no Senado, no dia 12 de maio, o dólar passou a subir. Entenda por que a cotação não caiu com o afastamento do governo Dilma.
Acompanhe a cotação ao longo do dia:
Às 9h19, alta de 0,03%, a R$ 3,5788
Às 10h19, alta de 0,41%, a R$ 3,5924.
Às 11h30, alta de 0,23%, a R$ 3,5826
Às 12h30, alta de 0,89%, a R$ 3,6096
Às 13h30, alta de 0,67%, a R$ 3,6020
Às 14h49, alta de 0,89%, a R$ 3,6099
Às 15h29, alta de 1,34%, a R$ 3,626
Às 16h, alta de 1,21%, a R$ 3,6215
Com a notícia de que o presidente do Bradesco foi indiciado pela Polícia Federal na operação Zelotes, o dólar chegou a subir com força e encostou em R$ 3,64 antes de perder força nesta tarde, segundo a Reuters.
A notícia aumentou ainda mais a apreensão nos mercados, que já vinham pressionados desde cedo com a baixa de mais um ministro do governo alimentar temores de que não haja clima político para aprovar medidas econômicas no Congresso, diz a agência.
"Acho que ninguém esperava isso. Todo mundo estava alerta em cima dos políticos e aparece algo como isso em um dos bancos mais sólidos do país", disse à Reuters o operador da corretora Ativa Arlindo Sá.
Cenário político
A saída de Fabiano Silveira do cargo de ministro da Transparência não foi boa notícia para a credibilidade do governo, disse à Reuters o operador da corretora B&T Marcos Trabbold. "É o segundo ministro que cai em um período curtíssimo de tempo".

Silveira deixou o cargo após a divulgação de conversa com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), na qual ele criticou a condução da Operação Lava Jato.
Na semana passada, Romero Jucá (PMDB) também deixou o ministério do Planejamento, após a divulgação de conversa em que ele sugere um "pacto" para barrar a Lava Jato ao falar com o ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado.
Fatores técnicos
Também influenciou o movimento nesta terça a formação da Ptax, taxa média calculada ao final do mês pelo Banco Central e que serve de referência para vários contratos cambiais. Operadores costumam disputar para deslocar a patamares mais favoráveis a suas posições.
Três operadores de grandes bancos nacionais e internacionais consultados pela Reuters afirmaram que, nesta manhã, a pressão de baixa sobre a moeda norte-americana era mais forte do que a de alta na disputa pela formação da taxa.
BC volta a atuar no câmbio
O dia foi marcado ainda pela volta do BC ao mercado. Segundo a Reuters, o BC ofertou nesta terça até US$ 4,7 bilhões com compromisso de recompra, em operação que tem como objetivo a rolagem de contratos já existentes.
O BC não atuou no mercado nas sete sessões anteriores. Antes disso, vinha agindo principalmente por meio de swaps cambiais reversos, que equivalem a compra futura de dólares, especialmente quando a moeda norte-americana recuava abaixo de R$ 3,50.
Dia anterior
O dólar fechou em queda na segunda-feira (30), voltando a ser cotado abaixo de R$ 3,60, após ter acumulado alta de mais de 2% na última semana. A moeda encerou o dia em queda de 0,92%, a R$ 3,5779 na venda, após ter encerrado a última semana a R$ 3,611.
Bovespa
A Bovespa fechou o último pregão do mês em queda, puxada pelo recuo nas ações do Bradesco, acumulando perda de mais de 10% no mês. O Ibovespa, principal indicador da bolsa, recuou 1,01%, aos 48.471 pontos.

Grupo arromba agência bancária e explode cofre em Itaíba, Agreste de PE

Grupo arromba agência bancária e explode cofre em Itaíba, Agreste de PE
PM ainda sabe não a quantia em dinheiro que foi levada do estabelecimento.
Um grupo de dez pessoas armadas praticou o crime e fugiu em seguida.


Um agência bancária foi arrombada na madrugada desta terça-feira (31) em Itaíba, Agreste de Pernambuco. De acordo com a Polícia Militar, um grupo de dez pessoas armadas praticou o crime. Eles também explodiram o cofre do banco, mas ainda não se sabe a quantia em dinheiro que foi levada do local, conforme informou a PM.
Ainda segundo a polícia, o grupo fugiu e - até a publicação desta matéria - não foi localizado. A PM informou ao G1 que aguarda a chegada da Polícia Civil no local.

Complexo com oito parques eólicos começa a funcionar no Agreste de PE Parque eólico 'São Clemente' iniciou as atividades na segunda-feira (30). Complexo está distribuído em Caetés, Venturosa, Pedra e Capoeiras.

Complexo com oito parques eólicos começa a funcionar no Agreste de PE
Parque eólico 'São Clemente' iniciou as atividades na segunda-feira (30).
Complexo está distribuído em Caetés, Venturosa, Pedra e Capoeiras.

Começou a funcionar na segunda-feira (30) o complexo eólico "Ventos de São Clemente" no Agreste de Pernambuco. De acordo com a assessoria do governo do estado, o complexo é formado por oito parque eólicos distribuídos nos municípios de Caetés, Venturosa, Pedra e Capoeiras - 126 aerogeradores foram instalados.
A inauguração aconteceu do Palácio do Campo das Princesas, no Recife, quando o governador Paulo Câmara acionou - remotamente - um dos aerogeradores. O complexo, junto com o de Santa Brígida, em Caetés, forma a maior potência eólica em funcionamento no estado com capacidade de 216 MW, conforme a assessoria.
saiba mais
Primeiro parque híbrido de energia renovável do país é inaugurado em PE
PE passa a gerar 181.9 MW de energia limpa em complexo eólico no Agreste
Segundo a assessoria, 100 famílias da região se tornaram parceiras do projeto devido ao "arrendamento de terrenos para a implantação do complexo". "Esse modelo permite às famílias preservar a propriedade e o uso da  terra para suas atividades agrícolas, além de receber mensalmente uma quantia calculada a partir da energia gerada".
O governo estima que R$ 2,5 milhões devem ser pagos anualmente aos moradores. “O parque dos Ventos de Santa  Brígida, inaugurado ano passado, e o parque de São Clemente, são responsáveis, juntos, por 15% da energia gerada em nosso estado. São 550 mil famílias beneficiadas”, afirmou o governador. O investimento foi de R$ 1,2 bilhão, segundo a assessoria.

SANTA-CRUZENSE QUE VIAJOU PARA SÃO PAULO ESTÁ DESAPARECIDO

SANTA-CRUZENSE QUE VIAJOU PARA SÃO PAULO ESTÁ DESAPARECIDO



Segundo informações repassadas ao Blog Agreste Notícia, José Paulo Gomes da Silva, mais conhecido como “Felipe” ou “Goya”, de 40 anos de idade, está desaparecido desde o último domingo (29). Ele saiu de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, com destino a São Paulo, mas desceu do ônibus na cidade de Três Corações em Minas Gerais, onde simplesmente desapareceu.
 José Paulo é bastante conhecido em Santa Cruz do Capibaribe aonde trabalhava com instalação de antenas parabólicas. Quem tiver qualquer informação que possa ajudar a família na localização do paradeiro dele, pode entrar em contato (81) 9.9246.7213 falar com Milena.
Do: Blog Agreste Notícia

Documento para guiar 'cinquentinha' passará a ser exigido; conheça tipos Multa para quem descumprir regra começa a partir desta quarta (1º). ACC ou CNH? Ambos serão aceitos; G1 mostra prós e contras de cada.

Documento para guiar 'cinquentinha' passará a ser exigido; conheça tipos
Multa para quem descumprir regra começa a partir desta quarta (1º).
ACC ou CNH? Ambos serão aceitos; G1 mostra prós e contras de cada.


A exigência por habilitação para conduzir as motos conhecidas como "cinquentinhas"  começa a valer nesta quarta-feira (1º) em todo o Brasil. Quem descumprir cometerá infração gravíssima, com multa de R$ 574,62 (o valor é multiplicado por 3) e apreensão do veículo.
saiba mais
Valores de multas vão subir em novembro
Moto no corredor é certo? Veja o que pensam especialistas e condutores
Para guiar "cinquentinha" será preciso ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria A, para motos, ou a chamada ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotores), um documento pouco conhecido do público e que tem baixíssima procura.
Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), até o fim de fevereiro, havia apenas 678 ACCs emitidas no país contra mais de 25 milhões de CNHs na categoria A. O Nordeste concentra os emplacamentos das "cinquentinhas", mas, em Pernambuco, por exemplo, ninguém tirou ACC desde que ela foi liberada, há 8 meses.
Detrans de 9 estados disseram ao G1 que ainda não emitiram ACCs porque não há autoescolas que ofereçam o curso ou pela falta de procura.
"As próprias autoescolas induzem ao usuário a tirar a habilitação A, dizendo ser mais atrativa”, afirma Charles Ribeiro, diretor do Detran de Pernambuco e membro da Associação Nacional dos Detrans. A CNH do tipo "A" permite guiar qualquer tipo de moto, enquanto a ACC é restrita aos ciclomotores, ou seja, modelos de até 50 cc.


+ DE AUTOESPORTE
Siga o programa nas redes sociais
facebook.com/autoesportetv
twitter.com/g1carros
consulte a tabela fipe
Curso mais curto
Por outro lado, tirar a ACC é mais rápido, porque são exigidas menos horas-aula.
Mas a maioria dos Detrans cobra os mesmos valores para emissão de ACC e da CNH (veja ao fim da reportagem).
E nem todas as autoescolas estão prontas para dar o curso para ACC, admite Ribeiro, apesar de o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) ter adiado em 3 meses a aplicação de multa aos não-habilitados justamente para que os Centros de Formação de Condutores (CFCs) se preparassem.
Veja abaixo mais detalhes da ACC e compare com a CNH. Ao fim da reportagem, saiba a situação em cada estado.
ACC (AUTORIZAÇÃO PARA CONDUZIR CICLOMOTORES)





Documento emitido pelo Detran que permite rodar com as cinquentinhas, que são motos com motor de até 50 cc. Com a ACC, não é permitido guiar motos mais potentes.
Ela tem o mesmo visual da CNH: em todas as carteiras de habilitação existe um campo chamado ACC, que será preenchido (para quem tem a CNH ele costuma ter uma tarja preta).


Ciclomotores cinquentinhas (Foto: G1)
O processo é semelhante ao da obtenção da CNH, com curso e provas teórica e prática.

Mas o curso de ACC é mais rápido. No caso das cinquentinhas, são 20 horas/aula no curso teórico e 10 horas/aula para a parte prática.

Enquanto isso, para tirar a habilitação A são necessárias 45 horas/aula de teoria e 20 horas/aula de prática.
Ciclomotores cinquentinhas (Foto: G1)
Segundo levantamento do G1(veja ao fim da reportagem), na maioria dos estados as taxas cobradas pelos Detrans para emissão da ACC têm os mesmos valores da emissão da CNH do tipo A.
Em alguns estados do Nordeste, como Pernambuco, as taxas são menores.
“Em Pernambuco, Paraíba e Alagoas estamos autorizando o condutor a usar o seu próprio ciclomotor no curso, o que também ajuda na questão de preço”, diz Charles Ribeiro, diretor do Detran de Pernambuco e membro da Associação Nacional dos Detrans.
Além do valor da taxa de emissão, que é fixado pelos Detrans, são cobrados ainda os cursos da autoescola e exames médico e psicotécnico.
Ciclomotores cinquentinhas (Foto: G1)
Não. A maioria dos estados estão emitindo os ACCs (veja levantamento ao fim da reportagem), mas, mesmo aqueles que já estão aptos a fazer o documento declaram que a procura é muito baixa, como o caso do Detran-PE.


CNH (CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO)
Ciclomotores cinquentinhas (Foto: G1)
Com a CNH da categoria A é permitido conduzir qualquer tipo de moto, enquanto a ACC é restrita às "cinquentinhas".

Por ser mais procurada e mais comum que a ACC, é mais fácil encontrar Centros de Formação de Condutores (CFCs) que ofereçam esse curso e todos os Detrans do país emitem esse documento.
Algumas autoescolas também fazem promoções para quem tira a CNH na categoria B (para carros) tirar também a de moto, por um custo menor.
Ciclomotores cinquentinhas (Foto: G1)
É preciso consultar o Detran do estado para saber se as taxas cobradas para CNH são maiores do que para ACC. Consulte também o valor cobrado pelas autoescolas, que não é tabelado.
Outra questão é que o curso para obter a carteira de habilitação é mais demorado, o que pode encarecê-lo: são necessárias 45 horas/aula de teoria e 20 horas/aula de prática. Para a ACC, são 20 horas/aula no curso teórico e 10 horas/aula para a parte prática.
Cerco às 'cinquentinhas'
Além da exigência de documentação, os condutores de "cinquentinhas" também estão sendo cobrados pelo licenciamento dessas motos. Até pouco tempo, uma grande parte delas rodava sem placa. Isso porque a legalização ficava por conta das prefeituras e muitas alegavam que não tinham como dar conta do serviço.
Em julho passado, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) mudou a regra e determinou que os Detrans deveriam emplacar os ciclomotores. Por causa disso, os licenciamentos de "cinquentinhas" aumentaram 280% em 2015, na comparação com o ano anterior.

Veja as taxas cobradas pelos Detrans para emitir os documentos e quais têm ACC:

Acre
Está expedindo ACC? Não.
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 114,52
Alagoas
Está expedindo ACC? Sim
Taxa de emissão da ACC: R$ 168,84
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 168,64

Amapá
Está expedindo ACC? Não
Taxa de emissão da ACC: não definida
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 200
Exame de avaliação psicológica - R$ 130
Exame médico: R$ 130
Licença de aprendizagem de direção de veículo: R$ 40
Total para CNH: R$ 500 (não inclui valor de aulas)

Amazonas
Detran não enviou as informações

Bahia
Está expedindo ACC? Sim, mas ainda não houve procura
Taxa de emissão da ACC: R$ 158
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 132
Exame de avaliação psicológica: R$160
Exame médico: R$120
Licença de aprendizagem de direção de veículo - R$ 82
Ceará
Está expedindo ACC? Não houve procura
Taxa de emissão da ACC: R$ 59,11
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 59,11
Exame psicotécnico: R$ 66,50
Exame médico: R$ 77,58
Licença de aprendizagem de direção de veículo: R$ 18,47
Biometria: R$ 40,64
Exame teórico: R$ 40,64
Exame prático: R$ 44,33
Confecção da CNH: R$ 29,55
Postagem: R$ 11,06
Total – R$ 387,89 (não inclui valor de aulas)
Distrito Federal
Está expedindo ACC? Sim
Taxa de emissão ACC: R$ 80
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 80
Exame de avaliação psicológica: R$ 160
Exame médico: R$ 105
Licença de aprendizagem de direção de veículo: R$ 28

Espírito Santo
Está expedindo ACC? Sim
Taxa de emissão ACC: R$ 319,02
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 319,02

Goiás
Está expedindo ACC? Não houve procura
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 177,22
Exame de avaliação psicológica: R$ 90
Exame médico: R$ 80
Licença de aprendizagem de direção de veículo - R$ 37,31
Total - R$ 384,53 (não inclui valor de aulas)

Maranhão
Está expedindo ACC? Sim
Taxa de emissão da ACC: R$ 174,76
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 174,76

Mato Grosso
Está expedindo ACC? Não, pois não há CFC credenciado para o curso
Taxa de emissão de ACC: R$ 136,4
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 136,4
Exame de avaliação psicológica: R$ 121,40
Exame médico: R$ 79,80
Não existe taxa para emissão da Licença de Aprendizagem de Direção Veicular

Mato Grosso do Sul
Está expedindo ACC? Sim
Taxa de emissão ACC: R$ 51,98
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 51,98
Validação de cadastro: R$ 54,35
Exame psicológico: R$ 101,61
Exame médico: R$ 82,00
Exame teórico: R$ 47,26
Exame prático: R$ 70,89
Licença para aprendizado de direção veicular: R$ 20,09
Minas Gerais
Está expedindo ACC? Sim
Taxa de emissão ACC: R$ 60,22
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 60,22
Exame médico: R$ 109,11
Exame Psicotécnico: R$ 139,23
Exame teórico: R$  60,22
Licença de Aprendizagem de Direção Veicular (LADV): R$ 45,16
Total: R$ 413,94 (não inclui valor de aulas)

Pará
Está expedindo ACC? O Detran não informou
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 181
Exame médico: R$ 87,73
Exame psicotécnico: R$ 117,98
Serviços bancários: R$ 4,84

Paraíba
Está expedindo ACC? Não houve procura
Taxa de emissão ACC: R$ 46,60
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 233,01
Licença para aprendizado de direção veicular (ACC): R$ 7,17
Licença para aprendizado de direção veicular (CNH): R$ 36,30
Total para ACC: R$ 53,77 (não inclui valor de aulas)
Total para CNH: R$ 269,31 (não inclui valor de aulas)
Paraná
Está expedindo ACC? Sim
Taxa de emissão ACC: R$ 74,89
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 74.89
Exame de avaliação psicológica: R$ 171,66
Exame médico: R$ 57,45
Exame prático: R$ 43,30
Exames teórico: R$ 44,33
Total: R$ 391,63 (não inclui valor de aulas)

Pernambuco
Está expedindo ACC? Sim
Taxa de emissão ACC: R$ 25
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 126

Piauí
Está expedindo ACC? Sim
Taxa de emissão ACC: R$ 209,30
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 209,30
Exame de avaliação psicológica: R$ 75
Exame médico: R$ 65
Licença de aprendizagem de direção de veículo: R$ 23,92
Total: R$ 373,22 (não inclui valor de aulas)

Rio de Janeiro
Está expedindo ACC? Sim
Taxa de emissão ACC: R$ 253,94
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 253,94
Exame de avaliação psicológica - Exame psicológico custa R$ 100
Exame médico: R$ 70
Total: R$ 423,94  (não inclui valor de aulas)

Rio Grande do Norte
Está expedindo ACC? Sim
Taxa de emissão ACC: R$ 81
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 81
Exame de avaliação psicológica: R$ 49
Exame médico: R$ 41
Licença de aprendizagem de direção de veículo - R$ 15
Total: R$ 186 (não inclui valor de aulas)

Rio Grande do Sul
Está expedindo ACC? Sim
Taxa de emissão ACC: R$ 48,64
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 48,64
Exame de avaliação psicológica: R$ 62,15
Exame de aptidão física e mental: R$ 62,15
Exame teórico: R$ 33,85
Exame prático: R$ 58,88
Total - R$ 265,67 (não inclui valor de aulas)
Rondônia
Está expedindo ACC? Sim
Taxa de emissão da ACC: R$ 900
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 900

Roraima
Está expedindo ACC? Não
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 109,22
Exame de avaliação psicológica: R$ 100
Exame médico: R$ 100
Licença de aprendizagem de direção de veículo: R$ 820 (segundo o Sindicato de Despachantes e Autoescolas do estado)

Santa Catarina
Está expedindo ACC? Não, pois não há CFCs que ofereçam o curso
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos):
Exame de avaliação psicológica: R$ 60,49
Exame médico: R$ 60,49
Exame teórico: R$ 50,44
Exame prático: R$ 50,44
Licença de aprendizagem de direção veicular: R$ 50,44

São Paulo
Está expedindo ACC? Não, pois não há CFCs que ofereçam o curso
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 38,86
Exame de avaliação psicológica: R$ 32,38
Exame médico: R$ 32,38
Licença de aprendizagem de direção de veículo: não é cobrada
Total: R$ 103,62 (não inclui o valor de aulas)

Sergipe
Está expedindo ACC? Sim
Taxa de emissão ACC: R$ 167,84
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 167,84
Exame de avaliação psicológica  R$ 101,20
Exame médico: R$ 77,40
Licença de Aprendizagem de Direção de Veículo: R$ 25,95
Prova Teórica: R$ 25,95
Prova Prática: R$ 51,90


Tocantins
Está expedindo ACC? Sim
Taxa de emissão da ACC: R$ 178,23
Taxa de emissão da CNH categoria A (motos): R$ 175

* Colaboraram: G1 AM, G1 AC, G1 AL, G1 AP, G1 BA, G1 CE, G1 DF, G1 ES, G1 GO, G1 MA, G1 MG, G1 MS, G1 MT, G1 PA, G1 PB, G1 PE, G1 PI, G1 PR, G1 RJ, G1 RN, G1 RO, G1 RR, G1 RS, G1 SC, G1 SE e G1 TO.


ACIDENTE COM Caminhão com estrutura da Tocha Olímpica tomba na BR-232, em Caruaru-PE

Caminhão com estrutura da Tocha Olímpica tomba na BR-232, em Caruaru-PE



ELEMENTOS ABANDONAM MOTO ROUBADA, ROUBAM CARRO E CAPOTAM NA ZONA RURAL DE SANTA CRUZ

ELEMENTOS ABANDONAM MOTO ROUBADA, ROUBAM CARRO E CAPOTAM NA ZONA RURAL DE SANTA CRUZ

Durante à tarde do último sábado (28), pelo menos dois elementos abandonaram a motocicleta Honda Bros de cor vermelha e placa WIC-4015 roubada.





Segundo informações repassadas ao Blog, os indivíduos ao abandonar o veículo no bairro São Miguel tomaram em assalto o automóvel Prisma de cor vermelho e placas PCS-8981.
 Na fuga os bandidos capotaram o automóvel em uma estrada que dá acesso ao Sítio Logradouro na zona rural de Brejo da Madre de Deus. Apesar do acidente, os criminosos ainda roubaram os pneus do carro que ficou parcialmente destruído.
Do: Blog Agreste Notícia

MENINO COM DOENÇA RARA PRECISA DA SUA AJUDA 31 - 05 - 2016 -

MENINO COM DOENÇA RARA PRECISA DA SUA AJUDA


 As dificuldades não impediram que José Pedro da Silva pudesse escrever o próprio nome. Uma doença rara fez com que o menino de apenas 9 anos de idade, nascesse com as mãos atrofiadas e a pele sem a camada protetora, por isso, Pedrinho que mora na zona rural do município de Taquaritinga do Norte no Agreste de Pernambuco é muito sensível e o corpo cheio de queimaduras que nunca sararam.




 “Ele tem uma doença chamada Epidermólise bolhosa que é a falta de um tecido na pele, o que causa muitas bolhas e dores. O médico disse que ele tem que ter um conforto para ter uma qualidade de vida melhor, mas a gente não tem condição e vive de doações, pois o beneficio dele é insuficiente para cobrir os gastos”, explica dona Maria Luciene, mãe do garoto Pedrinho.
 As queimaduras também atingem o esôfago da criança, fazendo com que, ela não consiga ingerir alimentos sólidos como feijão e arroz, por exemplo. Ele depende de suplementos alimentares que costumam ser bastante caros.
 “Ele chora muito, até para trocar a frauda ele chora, pois sente muita dor. Ele tem também uma dermatite atópica, que é um tipo de alergia, o que prejudica mais ainda a Epidermólise dele”, ressaltou a mãe da criança.
 Dona Maria Luciene ganhou na justiça o direito da Secretaria Estadual de Saúde enviar os curativos, mas já faz um tempo que o Governo de Pernambuco não cumpre com a determinação, que segundo ela, está atrasado a pelo menos três meses.
 “Os curativos dele não chegam, a última vez que chegou, foram 40 unidades que não deu para quase nada, pois ele gasta muitos curativos”, criticou.
 A história de José Pedro foi contada na TV Jornal de Caruaru. Assista o vídeo:

Pedrinho necessita de pelo menos 12 pomadas Propionato de Clobetasol de 0,5mg que custa em média R$ 13,00 (treze reais) cada. Quem tiver o interesse de ajudar, seja com os medicamentos que a criança necessita, donativos ou até mesmo dinheiro, pode entrar em contato pelos telefones (81) 9.9761.4986/Rodrigo; (81) 9.8999.6737/Taiza ou (81) 9.9691.9117.
Depósitos: Banco do Brasil – José Pedro da Silva
Agência: 1153-3 Conta Poupança: 18.734-8 Variação: 51
Do: Blog Agreste Notícia



ACIDENTE É REGISTRADO NA PE-160 EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

ACIDENTE É REGISTRADO NA PE-160 EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE





Mais um acidente foi registrado na noite do último sábado (28), na rodovia PE-160 em Santa Cruz do Capibaribe, mais precisamente na conhecida Volta do Serrote.
 Segundo informações colhidas pela reportagem do Blog Agreste Notícia, dois veículos colidiram frontalmente, sendo uma Toyota Bandeirante de cor azul e placas KJL-3610 e uma picape Montana de cor prata e placas KKC-0974.

 Apesar da gravidade do acidente, houve apenas danos matérias, nenhum dos ocupantes dos veículos ficou ferido. A Guarda Civil Municipal (GCM) de Santa Cruz do Capibaribe controlou o trânsito.
Do: Blog Agreste Notícia



Eleições Municipais 2016: confira as datas para convenções partidárias e registros de candidaturas

Eleições Municipais 2016: confira as datas para convenções partidárias e registros de candidaturas


A Reforma Eleitoral 2015 (Lei n° 13.165/2015) promoveu algumas alterações na Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997) com novas datas e regras para realização das convenções partidárias e dos registros de candidatura que já passam a valer para as eleições municipais deste ano.

As convenções partidárias para a escolha dos candidatos pelos partidos e a deliberação sobre coligações devem ocorrer de 20 de julho a 5 de agosto. No caso das convenções não indicarem o número máximo de políticos, as vagas que sobram devem ser preenchidas em até 30 dias antes do pleito, não mais 60 dias, como era na legislação anterior.

Com a nova redação mudou também para o dia 15 de agosto a data final para solicitação do registro dos candidatos do ano eleitoral. A Lei determina que o prazo de entrada do requerimento de registro de candidato a cargo eletivo em cartório ou na secretaria do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) terminará, sem possibilidade de prorrogação, às 19h do dia 15 de agosto do ano em que se realizarem as eleições. A redação anterior do dispositivo previa como prazo final o nonagésimo dia anterior à data das eleições.

Em relação a postergação do prazo do registro de candidatura, o ministro Henrique Neves ressalta que é importante os candidatos ficarem atentos. “Não precisa esperar [o fim do prazo], eles podem pedir o registro de candidatura antes do dia 15, tão logo seja realizada a convenção partidária”.
Segundo o ministros, os partidos políticos que realizarem esse pedido com antecedência terão uma vantagem, pois já estarão com toda documentação pronta já para o dia 16 de agosto, quando se inicia a propaganda eleitoral.
“Para que ele possa realizar a campanha, tem que despender gastos, e para isso ele precisa ter um CNPJ e uma conta aberta. Então em uma ordem cronológica o candidato é escolhido em convenção, ele pede o registro a JE, comunica a Receita Federal que emite o CNPJ e o candidato vai ao banco para abrir uma conta”, disse o ministro Henrique Neves ao reforçar que se o candidato esperar para solicitar o CNPJ somente no dia 15 de agosto, isso significaria menos tempo para captar recursos e efetivar gastos eleitorais.
“Então, quanto antes os candidatos vierem à Justiça Eleitoral, maior benefícios terão para fazer uma campanha tranquila e transparente”, completou.

A Reforma 2015 modificou ainda o prazo para até 20 dias antes das eleições para que os Tribunais Regionais Eleitorais enviem ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a relação dos candidatos às eleições majoritárias e proporcionais, da qual constará obrigatoriamente a referência ao sexo e ao cargo a que concorrem.
RC/TC

Eleições 2016: propaganda eleitoral de candidatos deve respeitar restrições da legislação

Eleições 2016: propaganda eleitoral de candidatos deve respeitar restrições da legislação






A legislação sobre propaganda eleitoral nas Eleições Municipais de 2016 contém uma série de restrições para as quais os candidatos a prefeito, vice-prefeito ou vereador, partidos e coligações devem ficar atentos. A propaganda eleitoral está liberada a partir do dia 16 de agosto e termina no dia 1º de outubro, na véspera da eleição, em primeiro turno. As regras estão na Resolução TSE nº 23.457/2015, que trata da propaganda eleitoral, do horário gratuito no rádio e na TV e das condutas ilícitas na campanha de 2016. As punições para quem descumprir as proibições impostas vão de multa até mesmo detenção.

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Admar Gonzaga, alerta os candidatos, partidos e coligações sobre a necessidade de respeito às regras da propaganda eleitoral, para evitar problemas futuros. “É preciso muita atenção, posto que a propaganda antecipada, quando exorbitante - seja quantitativa ou qualitativamente - pode configurar abuso de poder econômico, algumas vezes associado a uso indevido dos meios de comunicação, de que dispõe o artigo 22, inciso XIV, da Lei Complementar nº 64/90, que pode resultar na cassação do registro ou do diploma, além de uma inelegibilidade pelo período de oito anos”, esclarece.

Além disso, adverte o ministro, é necessário que o agente público tenha muito cuidado com a publicidade institucional. “Sobretudo agora, quando proibido o financiamento de campanha por pessoa jurídica, do que se conclui que muito mais grave será a utilização de recursos públicos para essa espécie de divulgação, seja ela antes do período crítico (do artigo 73, inciso VI, alínea b, da Lei nº 9.504/97), ou durante esse período [três meses antes do pleito], que será tomado como algo muito mais grave”, destaca o magistrado.

Propaganda intrapartidária
Ao candidato que pretende concorrer nas eleições de outubro, a lei permite que ele possa fazer propaganda intrapartidária, nos 15 dias anteriores à convenção do partido, com o objetivo de promover a indicação de seu nome. Pode inclusive colocar faixas e cartazes em local próximo à convenção, com mensagem dirigida aos convencionais, sendo proibido, no entanto, o uso de rádio ou televisão e de outdoor. As regras determinam que essa propaganda deve ser imediatamente retirada logo após o evento.

As convenções dos partidos para deliberar sobre coligações e escolha de candidatos a prefeito, vice-prefeito e a vereador devem ocorrer de 20 de julho a 5 de agosto.
Propaganda antecipada
A lei não considera propaganda eleitoral antecipada se não houver pedido explícito de voto, menção a uma pretensa candidatura, e a exaltação das qualidades pessoais dos pré-candidatos. Permite a participação de filiados a partidos ou de pré-candidatos em entrevistas, programas, encontros ou debates no rádio, na televisão e na internet, inclusive com a exposição de plataformas e projetos políticos. As emissoras de rádio e TV devem dar tratamento isonômico aos pré-candidatos.
Será considerada propaganda eleitoral antecipada a convocação por parte do presidente da República, dos presidentes da Câmara dos Deputados, do Senado Federal e do Supremo Tribunal Federal (STF), de redes de radiodifusão para divulgar atos que denotem propaganda política ou ataques a partidos e seus filiados ou instituições.

Propaganda eleitoral geral
Qualquer que seja a sua forma ou modalidade, a propaganda eleitoral sempre mencionará a legenda partidária e só poderá ser feita em língua nacional. Além disso, não deverá usar de meios publicitários destinados a criar, artificialmente, na opinião pública, estados mentais, emocionais ou passionais.

Para a eleição majoritária (prefeito e vice-prefeito), a propaganda da coligação utilizará, obrigatoriamente, sob sua denominação, as legendas de todos os partidos que a compõem. A propaganda dos candidatos a cargo majoritário deverá conter também os nomes dos candidatos a vice, de modo claro e legível, em tamanho não inferior a 30% do nome do titular. Já na propaganda para a eleição proporcional (vereador), cada partido usará somente a sua legenda sob o nome da coligação.

A lei estabelece que a realização de qualquer ato de propaganda partidária ou eleitoral, em local aberto ou fechado, não depende de licença da polícia.
Alto-falantes, showmícios, brindes e outdoors
É permitido o uso de alto-falantes ou amplificadores de som na propaganda eleitoral somente das 8h às 22h, sendo proibido o uso desses equipamentos a menos de 200 metros das sedes dos Poderes Executivo e Legislativo da União, dos estados, do Distrito Federal, dos municípios, hospitais, casas de saúde, escolas, bibliotecas públicas, entre outras instituições.
A Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97) proíbe também a realização de showmício e de evento assemelhado para promover candidatos. E, ainda, a apresentação, remunerada ou não, de artistas com a finalidade de animar comício e reunião eleitoral.
Também é proibido ao candidato ou comitê distribuir na campanha brindes, camisetas, chaveiros, bonés, canetas, cestas básicas ou qualquer outro bem ou material que possa proporcionar vantagem ao eleitor. Neste caso, o infrator poderá responder pela prática de compra de voto, uso de propaganda vedada e, conforme a conduta, por abuso de poder.
A propaganda eleitoral por meio de outdoors, inclusive eletrônicos, não é permitida. A empresa responsável, os partidos, as coligações e os candidatos que desrespeitarem essa regra estão sujeitos à imediata retirada da propaganda irregular e ao pagamento de multa no valor de R$ 5 mil a R$ 15 mil.
Não é possível o uso de engenhos ou de equipamentos publicitários ou de conjunto de peças de propaganda que, justapostas, se assemelhem ou causem efeito visual de outdoor.
O ministro Admar Gonzaga observa que as regras da propaganda eleitoral buscam coibir as práticas e os abusos que causam desequilíbrio na disputa entre os candidatos. “Justamente o abuso, ou seja, uma propaganda antecipada, com alta abrangência, ou a utilização de artefatos publicitários, em qualidade e quantidade incompatíveis com os recursos apresentados na prestação de contas. Entendo que isso será avaliado atentamente pelo Ministério Público e pelos próprios candidatos que se sentirem prejudicados nessa vertente da igualdade de oportunidades”, ressalta o ministro.
Propaganda em bens públicos e particulares
É vedada a veiculação de propaganda de qualquer natureza, inclusive pichação, inscrição a tinta, colocação de placas, faixas, estandartes, cavaletes, bonecos e peças afins em bens em que o uso dependa de cessão ou permissão do poder público, ou que a ele pertençam. E ainda nos bens de uso comum, inclusive postes de iluminação pública, sinalização de tráfego, viadutos, passarelas, pontes, paradas de ônibus e outros equipamentos urbanos. Também é proibida a colocação de propaganda eleitoral em árvores e jardins localizados em áreas públicas, bem como em muros, cercas e tapumes divisórios.
Já a propaganda em bens particulares não depende de licença municipal e de autorização da Justiça Eleitoral, desde que seja feita em adesivo ou em papel, não supere a meio metro quadrado e não contrarie a legislação eleitoral. A justaposição de adesivo ou de papel em que a dimensão exceda a meio metro quadrado configurará propaganda irregular, devido ao efeito visual único, mesmo que a publicidade, individualmente, tenha respeitado a dimensão prevista.
A lei estabelece que a propaganda eleitoral em bens particulares deve ser espontânea e gratuita. Está proibido qualquer tipo de pagamento em troca de espaço para essa propaganda.
Folhetos, adesivos e derrame de propaganda
Também não é necessária licença municipal e de autorização da Justiça Eleitoral para veicular propaganda eleitoral por meio de folhetos, adesivos, volantes e outros impressos. Esses devem ser editados sob a responsabilidade do partido, da coligação ou do candidato. É facultada a impressão em braille de seus conteúdos.
Todo material impresso de campanha terá que trazer o CNPJ ou o CPF do responsável pela confecção, bem como de quem a contratou, e a respectiva tiragem. O infrator que descumprir essa regra responderá pelo uso de propaganda vedada e, se for o caso, por abuso de poder.
Ainda que feito na véspera da eleição, o derrame (ou a sua concordância) de material de propaganda no local de votação ou em áreas próximas se caracterizará como propaganda irregular.
Propaganda na internet e telemarketing
A propaganda eleitoral pela internet também está liberada a partir de 16 de agosto. A resolução do TSE afirma que a livre manifestação do pensamento do eleitor identificado na internet somente é passível de limitação quando ocorrer ofensa à honra de terceiros ou divulgação de fatos sabidamente inverídicos. É proibida a propaganda eleitoral paga na internet.
Será possível fazer propaganda eleitoral na internet em sites do candidato, do partido ou coligação e por meio de mensagem eletrônica para endereços cadastrados gratuitamente pelo candidato, pelo partido ou coligação. E também por meio de blogs, redes sociais, sites de mensagens instantâneas e assemelhados, cujo conteúdo seja gerado ou editado por candidatos, partidos, coligações ou de iniciativa de qualquer pessoa natural.
Não é admitida a propaganda eleitoral pela internet, ainda que gratuita, em sites de pessoas jurídicas, com ou sem fins lucrativos, e em sites oficiais ou hospedados por órgãos ou por entidades da administração pública direta ou indireta da União, estados, Distrito Federal e dos municípios.
É livre a manifestação do pensamento, sendo proibido o anonimato na campanha eleitoral na internet. A lei assegura o direito de resposta, inclusive por outros meios de comunicação interpessoal mediante mensagem eletrônica.
Sem prejuízo das sanções civis e criminais ao responsável, a Justiça Eleitoral poderá determinar, por solicitação do ofendido, a retirada de publicações que contenham agressões ou ataques a candidatos em sites da internet, incluindo redes sociais. É proibida a venda de cadastro de endereços eletrônicos.
As mensagens eletrônicas enviadas por candidato, partido ou coligação, por qualquer meio, deverão conter mecanismo que permita ao destinatário se descadastrar, sendo o remetente obrigado a providenciar a retirada do nome em 48 horas. As mensagens encaminhadas após esse prazo sujeitam os responsáveis à multa de R$ 100,00 por mensagem.
Quem fizer propaganda eleitoral na internet, atribuindo de forma indevida sua autoria a terceiro, inclusive candidato, partido ou coligação, será punido com multa de R$ 5 mil a R$ 30 mil, sem prejuízo das demais sanções legais cabíveis.
Está proibida a propaganda eleitoral via telemarketing em qualquer horário.
Na imprensa escrita
Até a antevéspera das eleições, pode haver a divulgação paga, na imprensa escrita, e a reprodução na internet do jornal impresso, de até dez anúncios de propaganda eleitoral, por veículo, em datas diversas, para cada candidato, no espaço máximo, por edição, de um oitavo de página de jornal padrão e de um quarto de página de revista ou tabloide. O anúncio deverá trazer, de maneira visível, o valor pago pela inserção.
Está autorizada a reprodução virtual no site do próprio jornal de sua edição impressa, independentemente de seu conteúdo. No entanto, deve ser respeitado integralmente o formato gráfico e o conteúdo editorial da versão impressa.
Não será tomada como propaganda eleitoral a divulgação de opinião favorável a candidato, partido ou coligação pela imprensa escrita, desde que não seja matéria paga. Porém, serão apurados e punidos os abusos e os excessos, assim como as demais formas de uso indevido do meio de comunicação.
No rádio e na TV
A partir de 30 de junho, as emissoras de rádio e televisão estão proibidas de transmitir programa apresentado ou comentado por pré-candidato, sob pena, no caso de sua escolha na convenção partidária, de aplicação de multa e de cancelamento do registro da candidatura de quem tenha se beneficiado.
Já a partir de 6 de agosto, as emissoras ficam impedidas, em sua programação normal e noticiário, de veicular propaganda política e dar tratamento privilegiado a candidato, partido ou coligação, entre outras restrições.
Debates
Os debates veiculados nas emissoras de rádio e TV seguirão as regras estabelecidas por acordo feito entre os partidos e a pessoa jurídica interessada na realização do evento, além de ser necessário comunicar à Justiça Eleitoral com antecedência. Candidato na eleição proporcional (vereador) somente pode participar de apenas um debate na mesma emissora.
Quando transmitidos na televisão, os debates deverão usar, entre outros recursos, subtitulação por meio de legenda oculta, janela com intérprete da Língua Brasileira de Sinais (Libras) e autodescrição.
No primeiro turno, o debate poderá ser feito até as 7h do dia 30 de setembro. E, em caso de segundo turno, até a meia-noite de 28 de outubro.
Propagandas não toleradas
A legislação proíbe propaganda de guerra, de processos violentos para subverter o regime, a ordem política e social, ou de preconceitos de raça ou de classes. Veda ainda o incitamento de atentado contra pessoa ou bens; caluniar, difamar ou injuriar qualquer pessoa, além de atingir órgãos ou entidades que exerçam autoridade pública; perturbe o sossego público; prejudique a higiene e a estética urbana, entre outras.
Acesse aqui a íntegra da Resolução TSE nº 23.457/2015.
EM/JP, TC

EM MACHADOS - PE Secretaria de Cultura e a Prefeitura de Machados realizou um show no clube da cidade.para a criançada

Um show realizado com apoio da Secretaria de Cultura e a Prefeitura de Machados no dia 29/05/2016, reuniu muitas crianças e adultos no clube da cidade. O evento também contou com o apoio de alguns empresários da cidade. Foram sorteadas 3 cestas básicas e vários brindes para a população.


com varias brincadeiras musicas magicas malabarismo e muito mais



















Carro de luxo é multado a 207 km/h na BR-060, em Goiás Esta é a 3ª vez que Camaro é autuado por estar em alta velocidade, diz PRF. Segundo a polícia, velocidade máxima permitida no local era de 110 km/h.

Carro de luxo é multado a 207 km/h na BR-060, em Goiás
Esta é a 3ª vez que Camaro é autuado por estar em alta velocidade, diz PRF.
Segundo a polícia, velocidade máxima permitida no local era de 110 km/h.







Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou um veículo GM Camaro trafegando a 207 km/h no km 344 BR-060, entre Goiânia e Rio Verde, na região sudoeste do estado. De acordo com o assessor de imprensa da PRF, o inspetor Newton Moraes, esta é a terceira vez que o veículo é autuado por excesso de velocidade.
“É uma velocidade assustadora, que ameaça não só a segurança dos ocupantes do carro, mas de todos que utilizam a rodovia. Lembrando que trata-se de uma infração gravíssima, além de colocar em risco a vida das pessoas, o motorista vai ter que desembolsar um alto valor para pagar esta multa”, afirmou o inspetor ao G1.
saiba mais
Carros de luxo são flagrados a até 190 km/h na BR-060, em Goiás
Motorista de carro de luxo é flagrado dirigindo a 217 km/h na BR-060
Motorista é flagrado a 200 km/h na BR-060, no sudoeste de Goiás
Segundo a polícia,o flagrante aconteceu no domingo em um ponto em que a velocidade máxima permitida no é de 110 km/h.
De acordo com a PRF, as outras duas vezes em que o carro foi multado aconteceram um ponto da rodovia onde o limite é 60 km/h, perímetro urbano de Rio Verde. Na primeira, em outubro de 2015, ele foi filmado a 130 km/h e, em fevereiro deste ano foi multado a 102 km/h.
De acordo com inspetor Newton Moraes, trafegar até 50% acima do limite em uma rodovia ocasiona infração gravíssima e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do condutor. Ele tem ainda que pagar uma multa de R$ 574 e pode até perder o direito de dirigir por um determinado período.

OAB divulga gabaritos da 2ª fase do XIX Exame de Ordem Prova foi aplicada neste domingo (29). Resultado preliminar será divulgado no dia 21 de junho.

OAB divulga gabaritos da 2ª fase do XIX Exame de Ordem
Prova foi aplicada neste domingo (29). Resultado preliminar será divulgado no dia 21 de junho.


A Ordem dos Advogados do Brasil divulgou os padrões de respostas da segunda fase do XIX Exame de Ordem aplicado neste domingo (29) (veja links abaixo) . O resultado preliminar será divulgado no dia 21 de junho. 


A segunda e última fase do Exame de Ordem tem uma prova com duas partes: na primeira, os bacharéis precisam escrever uma peça profissional sobre a área jurídica que optaram no ato da inscrição. São sete áreas: direito administrativo, direito civil, direito constitucional, direito do trabalho, direito empresarial, direito penal e direito tributário. Essa primeira parte vale 5 pontos.
A segunda parte da prova tem quatro questões discursivas, cada uma valendo 1,25 ponto. As questões também são relativas à área jurídica indicada pelos bacharéis na hora da inscrição. 
Sobre o Exame da Ordem
A aprovação no Exame de Ordem é requisito necessário para a inscrição nos quadros da OAB como advogado. O Exame de Ordem pode ser prestado por bacharel em direito, ainda que pendente apenas a sua colação de grau, formado em instituição regularmente credenciada. Poderão realizá-lo os estudantes de direito do último ano do curso de graduação em direito ou dos dois últimos semestres.
Agenda do ano
Já estão definidas as próximas datas das novas edições. O XX Exame de Ordem Unificado terá o edital de abertura publicado em 6 de junho. O período de inscrição vai de 6 de junho até 20 de junho. A prova objetiva da 1.ª fase será 24/07. A prova prático-profissional - 2.ª fase será em 18/09/2016.
Ainda neste ano está previsto o XXI Exame de Ordem Unificado, cujo edital será lançado em 26/09, com inscrição entre 26/09 e 10/10. A prova objetiva - 1.ª fase será em 20/11 e a prova prático-profissional - 2.ª fase será em 22/01/2017
Serviço OAB
Em caso de dúvidas, os participantes devem procurar atendimento pelo e-mail: examedeordem@fgv.br ou telefone: 0800 283 4628. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h30.

Incêndio destrói galpão e materiais de ONG no Vale do Catimbau em Buíque Colchões, roupas, materiais escolares e de escritório foram destruídos, diz PM. Bombeiros não souberam informar a causa das chamas; ninguém ficou ferido

Incêndio destrói galpão e materiais de ONG no Vale do Catimbau em Buíque
Colchões, roupas, materiais escolares e de escritório foram destruídos, diz PM.
Bombeiros não souberam informar a causa das chamas; ninguém ficou ferido


30/05/2016 09h30 - Atualizado em 30/05/2016 09h30
Incêndio destrói galpão e materiais de ONG no Vale do Catimbau em Buíque
Colchões, roupas, materiais escolares e de escritório foram destruídos, diz PM.
Bombeiros não souberam informar a causa das chamas; ninguém ficou ferido.
Do G1 Caruaru
FACEBOOK
 Incêndio destruiu galpões e materiais da ONG, em Buíque (Foto: Reprodução/Facebook ONG Amigos do Bem)
Incêndio destruiu galpão e materiais da ONG, em Buíque (Foto: Reprodução/Facebook ONG Amigos do Bem)
Um incêndio de grantes proporções destruiu um galpão da ONG Amigos do Bem no Vale do Catimbau em Buíque, Agreste de Pernambuco. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo foi controlado na tarde do domingo (29) - ainda não se sabe a causa nem o horário no qual o incêndio começou. "Ninguém ficou ferido", disseram os Bombeiros ao G1.
Segundo a Polícia Militar, o fogo atingiu uma área de cerca de 3.600m². Dentro do galpão havia colchões, roupas, materiais escolares e de escritório, entre outros, e tudo foi destruído, conforme informou a PM. Tanto os Bombeiros de Arcoverde quanto os de Serra Talhada estiveram no local para controlar as chamas


30 - 05 - 2016 - Renan Ribeiro, do The Voice Brasil, morre em acidente em rodovia de SP Carro que ele estava bateu de frente com uma carreta em Mogi Mirim. Artista participou da última edição do programa que revela cantores.

Renan Ribeiro, do The Voice Brasil, morre em acidente em rodovia de SP
Carro que ele estava bateu de frente com uma carreta em Mogi Mirim.
Artista participou da última edição do programa que revela cantores.


O cantor Renan Ribeiro, de 26 anos, morreu na noite de domingo (29) na Rodovia João Tozella (SP-147), em Mogi Mirim (SP). Ele dirigia sozinho uma caminhonete que bateu de frente com uma carreta, segundo a Polícia Rodoviária.


Renan Ribeiro participou da última etapa do programa “The Voice Brasil”, da TV Globo, e hoje lançaria uma nova versão da música “Gatinha Manhosa”, sucesso nos anos 80 na voz de Leo Jaime.
Imagem feita logo após o acidente mostra que carro de cantor ficou destruído.
Em depoimento à polícia, o motorista da carreta contou que o carro do cantor vinha na contra mão, em zigue zague, e que piscou diversas vezes com o farol alto. Ao perceber que a colisão seria inevitável, fez um movimento brusco com o caminhão para o acostamento esquerdo da via, em uma tentativa de evitar o acidente, mas Renan teve a mesma ideia e saiu para o mesmo lado, causando a batida lateral.




Os horários do velório e do enterro não foram informados. Renan Ribeiro era da cidade de Conchal, também no interior paulista.
André Ricardo Nantes, produtor e amigo do cantor, disse que Renan, que era fã de Cristiano Araújo, 'não queria acabar como o ídolo'. "Tinha um futuro promissor e só passava coisas boas para nós, mas o destino não deixou que acontecesse o resto", desabafou Nantes.




The Voice e Cristiano Araújo
Na edição do "The Voice Brasil', Renan Ribeiro ficou no time do Michel Teló. Nascido em Araras (SP) o cantor comentava que tinha orgulho de ter subido ao palco com Cristiano Araújo, cantor que morreu há cerca de um ano após uma acidente automobilístico. Renan comentava que nos shows parava a música para falar de Araújo e depois cantava músicas dele.





Despedida dos fãs
No Instagram oficial de Renan, a última postagem é um vídeo com um trecho do show feito pelo cantor na sexta-feira (27), em Leme (SP). Na postagem, ele agradece ao público pelo carinho em sua última apresentação: "Obrigado a toda galera que compareceu no #sinhôbarriga em Leme-SP vibe top demais!!"
No Instagram do fã clube "Teu Sorriso Renan Ribeiro"  fotos em homenagem ao cantor foram postadas. Na mensagens, as fãs lamentam o acidente e dizem não acreditar na morte de Renan.
100 mil visualizações
Em uma das últimas postagens em uma rede social, o cantor comemorou a marca de 100 mil visualizações do clipe " Nhé Nhé Nhé". "Quero agradecer o enorme carinho e o presente que recebi dos meus fãs e seguidores. Ontem meu video clipe "Nhé Nhé Nhé" atingiu a marca de 100 mil visualizações no YouTube. Não tenho palavras para agradecer. Meu muito obrigado. Amo cada um de vocês que me segue e prestigia o meu trabalho", escreveu o cantor.