sábado, 21 de maio de 2016

ALGUNS HOTÉIS DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE COMEÇAM A SENTIR O IMPACTO DA CRISE ENTRE SEFAZ E EXCURSÕES DE TURISMO COMERCIAL




 A notícia trazida em primeira mão pelo Blog Agreste Notícia na madrugada de ontem (sexta-feira) repercutiu em toda a Região. O fato é que, várias excursões de turismo comercial dos estados do Maranhão, Pará e Piauí, cancelaram as viagens agendadas para as cidades de Santa Cruz do Capibaribe e Toritama, onde realizariam suas compras para abastecerem suas lojas, no Moda Center Santa Cruz e no Parque de Feiras de Toritama.
 Os guias resolveram suspender as viagens paras as duas cidades do Agreste de Pernambuco sobre o argumento de estarem sofrendo uma suposta perseguição por parte da Secretaria da Fazenda de Pernambuco (SEFAZ-PE) que apreenderam as mercadorias – parte delas sem notas fiscais – compradas nos centros atacadistas de confecção, o que gerou multas, segundo eles, exageradas, algumas delas ultrapassando o valor de R$ 340 mil.
 Em um levantamento realizado nesse sábado, a reportagem do Agreste Notícia procurou saber da rede hoteleira de Santa Cruz do Capibaribe o impacto que esse fato está causando na economia do setor. Podemos perceber que, alguns hotéis ainda não foram prejudicados por atenderem clientes dos estados que ainda não aderiram ao movimento como Bahia e Minas Gerais.
 Já os hotéis que também atendem os estados do Para, Piauí e Maranhão, já sentem os prejuízos, como é o caso do Hotel Moda Center, que nos informou que somente nesse sábado, dois clientes que chegaram para se hospedar, quando tomaram conhecimento de que não teria carretas e caminhões para transportar suas compras até os seus estados, resolveram cancelar a reserva e foram para Fortaleza/CE.
 Um funcionário de outro hotel que pediu para não ter o nome da empresa citada, afirmou que o número de cancelamentos já ultrapassou de 15, fazendo com que o estabelecimento deixe de arrecada cerca de R$ 1.800,00 (mil e oitocentos reais) somente com hospedagens.
 “Eles ligaram cancelando as reservas porque as excursões que viriam para Santa Cruz resolveram mudar a rota para Fortaleza e isso sem dúvidas vai gerar em prejuízos para todos nós”, afirmou.
Do: Blog Agreste Notícia