terça-feira, 24 de maio de 2016

Disque-Denúncia oferece R$ 2 mil por suspeito de tentar matar vereador Informações podem ser passadas pelo número ou site do Disque-Denúncia. Vereador de Santa Maria do Cambucá foi atingido com vários tiros, diz PM

Disque-Denúncia oferece R$ 2 mil por suspeito de tentar matar vereador
Informações podem ser passadas pelo número ou site do Disque-Denúncia.
Vereador de Santa Maria do Cambucá foi atingido com vários tiros, diz PM




O Disque-Denúncia Pernambuco oferece recompensa de até R$ 2 mil para quem tiver informações que auxiliem na localização do suspeito de tentar matar o presidente da Câmara de Vereadores de Santa Maria do Cambucá, Agreste de Pernambuco. O valor da recompensa foi informado em uma coletiva realizada em Caruaru nesta terça-feira (24).

A TV Asa Branca entrou em contato com o Hospital da Restauração, no Recife, onde o vereador está internado, e foi informado que o estado de saúde dele ainda é grave.
saiba mais
Suspeito de tentar matar vereador no Agreste de PE é preso pela polícia
Polícia Civil designa delegado especial para investigar crime contra vereador
Dupla tenta matar vereador de Santa Maria do Cambucá, diz delegado
Retrato falado de suspeito de tentar matar vereador é divulgado em PE
No crime ocorreu no dia 1º de maio. O parlamentar Jorge José de Lima (PSB), de 43 anos, foi abordado por dois homens. "A Polícia Civil liberou um retrato falado do suspeito. Esperamos, assim, contar com o apoio da população pernambucana para identificarmos e localizarmos o indivíduo", disse Alexandre César, coordenador do Disque-Denúncia Agreste.
Quem tiver informações pode ligar para o Disque-Denúncia por meio do telefone (81) 3421-9595, na Região Metropolitana do Recife e Zona da Mata Norte, ou pelo (81) 3719-4545, no interior do estado. No interior ainda há a possibilidade de enviar denúncias pelo aplicativo de mensagens: (81) 99119-3015 As informações também podem ser repassadas pelo site www.disquedenunciape.com.br, inclusive vídeos e fotografias. O anonimato é garantido.

Um suspeito preso
Um homem de 29 anos foi preso suspeito de participar da tentativa de homicídio contra o presidente da Câmara de Vereadores de Santa Maria do Cambucá. De acordo com o delegado Julio Porto, ele é o principal suspeito do crime e foi preso após cumprimento de um mandado de prisão. Ao G1, o delegado informou que o homem foi encontrado em Santa Maria do Cambucá. O suspeito será encaminhado para o presídio de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste.
Retrato falado de um dos suspeitos de tentar matar o presidente da Câmara de Vereadores de Santa Maria do Cambucá (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Retrato falado de um dos suspeitos de tentar matar
o presidente da Câmara de Vereadores
(Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Retrato falado
A Polícia Civil divulgou no dia 6 de maio o retrato falado de um dos suspeitos de tentar matar a tiros o presidente da Câmara de Vereadores de Santa Maria do Cambucá. "Ele é moreno claro, aparenta ter 25 anos e 1,65 m de altura", informou ao G1 o delegado Julio Porto. Segundo o delegado, a Polícia Civil chegou até este retrato falado após ouvir algumas testemunhas do crime.

Delegado especial
A Polícia Civil informou - por meio de nota -  que um delegado especial foi designado para investigar o crime contra o vereador. Quem cuida do caso é Júlio César Porto, delegado seccional de Santa Cruz do Capibaribe. "A Polícia Civil de Pernambuco já tem uma linha de investigação que não será revelada para não causar prejuízo às diligências", informou a nota.
Parlamentar foi atingido com vários tiros (Foto: Reprodução/TSE)
Jorge José de Lima, vereador (Foto:
Reprodução/TSE)
Entenda o caso
Jorge José de Lima sofreu uma tentativa de homicídio no dia 1º de maio. De acordo com o delegado Julio Porto, ele estava dentro do carro com uma mulher quando foi abordado por dois criminosos - que atiraram várias vezes contra o vereador.
Segundo a Polícia Militar, ele foi encaminhado para uma unidade de saúde de Surubim, no Agreste, e - em seguida - transferido para o Hospital da Restauração (HR), no Recife.
A polícia também informou que a mulher que estava com a vítima durante a ação dos criminosos foi levada para a Delegacia de Polícia Civil de Santa Cruz do Capibaribe para prestar depoimento.