quarta-feira, 4 de maio de 2016

Dono de carro novo em SP agora pode escolher combinação da placa

Detran-SP regulamenta a escolha da combinação alfanumérica.
Serviço tem um custo extra, além das taxas de emplacamento.






O Detran-SP finalmente regulamentou a escolha da combinação da placa para quem está fazendo o primeiro emplacamento no estado de São Paulo.


+ DE AUTOESPORTE
Siga o programa nas redes sociais
facebook.com/autoesportetv
twitter.com/g1carros
consulte a tabela fipe
Desde a terça-feira (3), o comprador de carro novo pode fazer uma combinação própria de letras e números, mas é claro que isto tem um custo.
Uma taxa extra de R$ 91,18 é cobrada, além do valor da lacração, que é de R$ 97,97 para motos, R$ 101,55 para reboque e semirreboque e R$ 117,91 para os demais veículos.
A personalização também é restrita às opções alfanuméricas disponíveis para o estado, que atualmente vão de BGA 0001 a GKI 9999, desde que não tenha sido utilizada em outro veículo, informou o Detran-SP.
Até então, na hora do emplacamento, o sistema do Detran fornecia apenas 20 opções para o proprietário escolher. Agora, assim como em outros estados, é possível pedir combinações específicas, como datas especiais e apelidos curtos (dentro da faixa disponível).
De acordo com o Detran-SP, a cobrança da taxa adicional é necessária para "custear e manter o sistema informatizado implantado para a execução do novo serviço".

saiba mais
Senado aprova tornar obrigatório farol baixo ligado de dia em estrada
Placa única de veículos do Mercosul entra em vigor na Argentina
Contran adia obrigatoriedade das novas placas veiculares do Mercosul
Mudança dará fim à placa preta de carros antigos no Brasil
No caso de veículos já emplacados não é possível solicitar a troca da placa para escolher letras e números específicos. Não há regulamentação federal para o serviço, que fica a critério de cada estado.
No Paraná, por exemplo, a reserva de placa custa R$ 150. Já o Rio de Janeiro cobra caro por cada número pedido: são cerca de R$ 300 para dois números, R$ 450 para três e R$ 600 se o proprietário quiser escolher os quatro números da placa.
Mercosul
A partir de 2017, as placas no Brasil seguirão um modelo comum a Argentina, Uruguai, Paraguai e Venezuela. A mudança valerá primeiro para os veículos novos, transferidos de município ou com troca de categoria. Os automóveis já emplacados não precisarão efetuar a troca no primeiro momento.

Sem comentários:

Publicar um comentário