sexta-feira, 13 de maio de 2016

“EU E NARAH NÃO ESTAMOS NO PSB POR CONVENIÊNCIA”, DIZ JUNIOR GOMES SOBRE POSSIBILIDADE DO VICE DE EDSON VIEIRA SER INDICADO PELO PARTIDO

“EU E NARAH NÃO ESTAMOS NO PSB POR CONVENIÊNCIA”, DIZ JUNIOR GOMES SOBRE POSSIBILIDADE DO VICE DE EDSON VIEIRA SER INDICADO PELO PARTIDO



O vereador de Santa Cruz do Capibaribe, Junior Gomes (PSB), foi o entrevistado do programa Cidade em Foco apresentado pelo radialista Alberes Xavier. Os principais assuntos da sabatina foram a pouca atenção dispensada a Frente Parlamentar de Vereadores do Agreste de Pernambuco por parte do Governo do Estado e a possível indicação do vice da chapa encabeçado pelo prefeito Edson Vieira (PSDB) ser do Partido Socialista Brasileiro.
 Na condição de presidente da Frente Parlamentar de Vereadores do Agreste de Pernambuco, o vereador Júnior Gomes, falou da dificuldade de marcar uma reunião com o governador Paulo Câmara (PSB) e com alguns deputados federais.
 “São 90 vereadores, imagine a quantidade de cidadãos que a gente representa nessas oito cidades. A ideia é que a gente pudesse trabalhar em parceria com deputados estaduais, deputados federais, com os senadores, com os secretários, ministros, enfim, com o Governo do Estado e isso temos procurado fazer, a gente já protocolou ofício no Palácio do Governo de Pernambuco em Outubro, depois disso a gente falou pessoalmente, inclusive a última vez foi em Surubim, Eu e o vereador Pipoca, pessoalmente com o governador e entreguei mais uma vez o mesmo ofício que tínhamos entregado, falei outra vez em Recife e ele (governador) disse ‘eu estou lembrado, estou tentando ver uma forma de a gente fazer essa reunião’, mas enfim, a gente está aguardando”.
 Mesmo diante das dificuldades, o Socialista afirmou que acredita que em breve essa audiência com o governador Paulo Câmara será marcada de fato.
 Já quando perguntado sobre o processo de escolha para o candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pelo atual prefeito de Santa Cruz, Edson Vieira, o Parlamentar defendeu que o Partido Socialista Brasileiro indicasse o candidato e alfinetou o recém-filiado do partido, vereador Dida de Nan (PSB), que é pré-candidato a vaga de vice-prefeito.
 “Essa questão de vice, é evidente que a gente deixa o prefeito muito a vontade, a gente inclusive, em reuniões disse a ele que fique bem à vontade para fazer a escolha que quiser e na hora que quiser, pois a gente entende que tem que ser dessa forma. Na questão do PSB, Eu também imagino que essa indicação deva partir do PSB por conta da aliança que foi feita, o apoio que foi dado ao prefeito Edson na campanha de 2012. Sendo do PSB, nós temos o vereador Junior e a vereadora Narah que foram eleitos pelo PSB, não é uma questão de conveniência e sim de convicção”, disse completando: “Eu e a vereador Narah fomos eleitos pelo PSB, não estamos no PSB por conveniência, então se a indicação parte do PSB é evidente que Eu e a vereadora Narah precisamos estar colocados, Eu não vou dizer como prioridade, mas colocados dessa maneira de que a gente foi eleito pelo PSB e estamos lá na câmara”, concluiu.
Ouça a entrevista: