segunda-feira, 16 de maio de 2016

Português que fugiu da Inglaterra após estuprar jovem é preso em PE Estrangeiro, procurado pela Interpol, foi capturado por agentes da PF. Ele residia em Jaboatão dos Guararapes e é casado com pernambucana.

Português que fugiu da Inglaterra após estuprar jovem é preso em PE
Estrangeiro, procurado pela Interpol, foi capturado por agentes da PF.
Ele residia em Jaboatão dos Guararapes e é casado com pernambucana.
Um português foragido da Justiça da Inglaterra e procurado pela polícia em todo o mundo por estupro de uma adolescente foi preso em Pernambuco. A ação, realizada na quarta-feira (11),  em Prazeres, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, teve a participação de agentes da Polícia Federal, que atuam em parceria com a polícia internacional, a Interpol. O estrangeiro, em conversa informal com os policiais, negou o crime e alegou que o ato sexual teve consentimento da jovem.
Segundo informações repassadas pelo governo da Inglaterra,  em 2010, o português praticou ato libidinoso com uma menor de 14 anos. Por isso, foi condenado, em 2013, a 11 anos de reclusão por estupro de vulnerável. O fato, de acordo com o governo inglês, ocorreu no dia  6 de dezembro e acabou sendo revelado a partir do depoimento de um psicólogo.
saiba mais
Italiano condenado por chefiar máfia é preso no Recife pela Interpol e PF
O profissional  acionou a polícia e informou ter atendido uma adolescente que contou a seguinte história: ela conheceu um homem, pela internet, que dizia ter 15 anos de idade.  Ao marcar um encontro, de acordo com o relato do  psicólogo, a jovem descobriu que estava se relacionando com um adulto.  A adolescente contou ao profissional que entrou no carro do português, onde ocorreu o ato libidinoso.
O estrangeiro chegou ao Brasil em 2012. Na época,  no país europeu, respondia ao processo em liberdade. Ao perceber que seria condenado e teria a prisão decretada,  fugiu do Reino Unido para o Brasil. Ele tem 44 anos e casou com uma pernambucana. Vive em situação legal  e era considerado pela Interpol um caso de alerta vermelho. Ou seja, exigia prioridade. 
A partir de informações da Europa, os agentes da PF em Pernambuco cruzaram dados e localizaram a residência do português. Para capturar o estrangeiro, a Justiça da Inglaterra  enviou ao Brasil um pedido de prisão e extradição. O Ministério da Justiça concordou e o caso chegou ao Supremo Tribunal federal (STF).  No dia 26 de abril deste ano, o ministro Gilmar Mendes determinou o cumprimento do mandado de prisão. 
A captura do português  foi comunicada aos consulados da Inglaterra e de Portugal. Em seguida, a polícia  levou o estrangeiro para o Instituto de Medicina Legal (IML), em Santo Amaro, área central do Recife, para a realização de exame de corpo de delito.  Ele está no Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, na Região Metropolitana, onde vai aguardar os trâmites legais para a extradição para a Inglaterra.
Este é o primeiro estrangeiro preso, este ano, pela Polícia Federal no Recife, nestas circunstâncias. No ano passado, foram três casos de capturas de  pessoas procuradas ao redor do mundo pela Interpol.
tópicos:
Jab