sábado, 4 de junho de 2016

Comida junina teve aumento acima da inflação, diz Diesse Pacote de cuscuz foi o alimento que mais aumentou de preço este ano.

Comida junina teve aumento acima da inflação, diz Diesse
Pacote de cuscuz foi o alimento que mais aumentou de preço este ano.





Os alimentos que integram as comidas das festas juninas estão mais caros este ano. É o que afirma a pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA) divulgado na última sexta-feira (3). Cerca de 50 produtos in natura foram analisados nas principais redes de supermercados da grande Belém.
saiba mais
Roupas e acessórios juninos estão mais caros em 2016, diz Dieese
O milho branco para fazer o tradicional mingau de milho pode ser encontrado em pacotes de 500g a 1kg, mas os preços variam de acordo com a marca. Uma das empresas analisadas teve reajuste de 24,08% nos últimos 12 meses. Em 2015, era comercializado, em média, a R$ 2,45 e este ano a R$ 3,04. Outras marcas vendem o grão a R$ 2,38 e R$ 4,42.
Quanto ao pacote de fubá de arroz, o reajuste foi de 8,97% e ele é vendido a R$ 1,58. Já o fubá de milho de 500g teve reajuste de 18,88% e custa, em média, R$ 1,48. A canela em pó de 30g teve reajuste de 8,59% com relação a 2015 e custa, em média, R$ 1,58.
Outros alimentos que também aumentaram são: o pacote de coco ralado de 50g, que teve reajuste de 1,30%, a lata do leite condensado que custa, em média, R$ 4,90. Além dos tradicionais produtos já listados, outros que também fazem parte do preparo das comidas típicas da quadra Junina também estão mais caros, como é o caso do arroz, cuscuz,  canjiquinha e farinha de tapioca. O açúcar também teve um reajuste acima da inflação alcançando cerca de 40%. FIM

Sem comentários:

Publicar um comentário