terça-feira, 14 de junho de 2016

No Dia Mundial do Doador, Hemope precisa repor estoques de sangue

No Dia Mundial do Doador, Hemope precisa repor estoques de sangue
Hemocentro de Pernambuco tem bolsas suficientes apenas para cinco dias.
Nesta terça (14), é festejada data para incentivar a participação popular.



Às vésperas de uma das festas mais importantes do estado, o São João, o Hemocentro de Pernambuco (Hemope), está com o estoque de sangue bem baixo. Para atender a todos os hospitais pernambucanos, tem bolsas suficientes apenas para cinco dias. Diante desse grave problema, nesta terça-feira (14), o Dia Mundial do Doador de Sangue, a instituição faz um apelo para reforçar a participação dos cidadãos interessados em ajudar quem precisa.
O Dia Mundial do Doador de Sangue foi instituído pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em 2004. A ideia é homenagear e agradecer a todos os doadores que ajudam a salvar vidas diariamente. Na data, é festejado também o aniversário de Karl Landsteiner, prêmio Nobel pela descoberta do sistema de grupos de sangue ABO.
Para o Hemope, a comemoração dessa importante data, em pleno perído junino, é uma oportunidade para melhorar a captação. Diariamente, a instituição recebe 250 doadores. Mas seria preciso contar com pelo menos 350, a cada dia, para poder não ficar com os estoques tão baixos.
Doação de sangue (Foto: Reprodução/TV TEM)
Doação de sangue (Foto: Reprodução/TV TEM)
Atualmente, a pior situação é a do Sangue A+, consideradada crítica. O que tem nas geladeiras é suficiente apenas para três dias. Para sensibilizar os pernambucanos a aumentar a doação de sangue, quadrilhas juninas fizeram um arraial improvisado na sede do Hemope, no bairro das Graças, Zona Norte do Recife.
A diretora da entidade Ana Fausta Cavalcante aproveitou a ocasião para reforçar o pedido. Precisamos cada vez mais de sangue. Nesta época do ano, a demanda cresce por causa das festas. Estamos conscientizando os pernambucanos sobre  a importância de ajudar a salvar vidas”, afirmou.
E já teve gente que atendeu a essa convocação. A estudante Bruna Prata e o gerente bancário Gleydson Kleyton estiveram no Hemope para ajudar. “É fácil e simples. Todo mundo pode participar e ajudar”, declarou a jovem. "Todos precisam dar sua contribuição", reforçou Kleyton.
Exigências
Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos. São aceitos doadores com mais de 50 quilos. A orientação é fazer uma refeição leve antes de ir a um posto de coleta de sangue. No Recife, a sede do Heompe abre das 7h15 às 18h30, de segunda a sexta. Ela fica na Rua Joaquim Nabuco, nas Graças, na Zona Norte.
Incentivo
As empresas que incentivarem entre seus funcionários a doação voluntária e regular de sangue poderão ser premiadas com o Selo Empresa Solidária. A lei que estabeleceu a honraria foi promulgada em 23 de maio deste ano. 
Para participar, as empresas precisam informar e orientar os trabalhadores sobre a importância da doação de sangue e de medula óssea, e os procedimentos para fazer o cadastro no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome). As empresas também precisam conceder aos trabalhadores oportunidade e condições para ir ao banco de sangue ou hemocentro.
tópicos:
Recife

Sem comentários:

Publicar um comentário