quinta-feira, 9 de junho de 2016

Trio é preso suspeito de emitir R$ 3 milhões em notas fiscais falsas em PE

Trio é preso suspeito de emitir R$ 3 milhões em notas fiscais falsas em PE
Notas eram emitidas nas vendas de castanhas em Garanhuns, diz delegado.
Empresário, contador e auxiliar contábil serão levados para Cadeia de Saloá.

Computadores e documentos foram apreendidos pela Polícia Civil (Foto: Reprodução/TV Asa Branca)
Um empresário, um contador e um auxiliar contábil foram presos nesta quinta-feira (9) suspeitos de emitir R$ 3 milhões em notas fiscais falsas referentes à venda de castanhas em Garanhuns, Agreste de Pernambuco. As prisões ocorreram durante a "Operação Cajueiro". De acordo com o delegado Helianthus Soares, os suspeitos estavam sendo investigados há dois meses.

A operação ainda cumpriu quatro mandados de busca e apreensão, conforme informou a Polícia Civil. Ainda segundo o delegado, o objetivo dos suspeitos seria o de fraudar o fisco. Foram apreendidos durante a ação - realizada em parceria com a Polícia Militar - computadores e documentos.


Os suspeitos foram levados para a 1ª Delegacia de Polícia Civil - onde serão ouvidos e, em seguida, encaminhados para a Cadeia de Saloá.

Sem comentários:

Publicar um comentário