sexta-feira, 3 de junho de 2016

Zona Oeste do Rio tem policiamento reforçado após confrontos

Zona Oeste do Rio tem policiamento reforçado após confrontos
Ataques ocorreram após morte de sobrinha de traficante da Cidade de Deus
Um morador foi atingido por uma bala perdida e está internado.


O policiamento na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio, está reforçado nesta sexta-feira (3) após criminosos atacarem a base de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) na noite desta quinta (2). O ataque aconteceu em uma região conhecida como Karatê.
saiba mais
Criminosos atacam base da UPP da Cidade de Deus
Um morador identificado como Márcio Silva foi atingido por uma bala perdida na testa. Ele foi levado para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra, onde passou por uma cirurgia. Amigos disseram que o estado de saúde dele é estável e que ele não corre risco de morrer.
Na manhã desta sexta, policiais desfaziam as barricadas montadas pelos criminosos na tarde desta quinta e funcionários da Comlurb realizavam a limpeza da região. Segundo a secretaria Estadual de Educação, as escolas da região funcionavam normalmente até as 9h desta sexta.
Durante a madrugada, quatro pessoas foram detidas e encaminhadas para a delegacia, sendo três menores e um maior de idade. Eles jogaram pedras em veículos que passavam na região. Ainda durante a madrugada, eles foram liberados.
Cidade de Deus



Linha Amarela é uma das principais vias de acesso ao aeroporto Internacional Tom Jobim
Na noite desta quinta, um trecho da estrada Marechal Miguel Salazar Mendes de Moraes, que é a principal rua que corta a Cidade de Deus, ficou interditado e deu um nó na Linha Amarela, uma das vias de acesso ao aeroporto Internacional Tom Jobim e a Barra da Tijuca, onde ficam o Parque Olímpico, as vilas Olímpica e Paralímpica
Um áudio revela um pedido de socorro de um policial da unidade na hora do ataque a base da UPP. “Estão atacando a base nossa aqui, mané. Prioridade, estão atacando a base nossa aqui. Tiro pra c....Tiro pra c..... Porrada de 'carro' de polícia aqui 'destruído'. Sei nem o meu como é que está, mané”, disse o PM.

Barricadas foram incendiadas nas ruas e moradores relataram tiros ao longo de todo o dia. Com medo, comerciantes da região fecharam as portas.
O clima de tensão começou no fim da manhã desta quinta, quando um corpo foi encontrado perto dali, no fim da manhã. O comando das UPPs afirma que a vítima é Priscila Gonçalves Leite, de 34 anos, morta com um tiro no rosto. Ela seria sobrinha do traficante Éderson José Gonçalves Leite, um dos chefes do tráfico de drogas na localidade.

O policiamento na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio, está reforçado nesta sexta-feira (3) após criminosos atacarem a base de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) na noite desta quinta (2). O ataque aconteceu em uma região conhecida como Karatê.
saiba mais

Criminosos atacam base da UPP da Cidade de Deus

Um morador identificado como Márcio Silva foi atingido por uma bala perdida na testa. Ele foi levado para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra, onde passou por uma cirurgia. Amigos disseram que o estado de saúde dele é estável e que ele não corre risco de morrer.
Na manhã desta sexta, policiais desfaziam as barricadas montadas pelos criminosos na tarde desta quinta e funcionários da Comlurb realizavam a limpeza da região. Segundo a secretaria Estadual de Educação, as escolas da região funcionavam normalmente até as 9h desta sexta.
Durante a madrugada, quatro pessoas foram detidas e encaminhadas para a delegacia, sendo três menores e um maior de idade. Eles jogaram pedras em veículos que passavam na região. Ainda durante a madrugada, eles foram liberados.
Cidade de Deus



Linha Amarela é uma das principais vias de acesso ao aeroporto Internacional Tom Jobim
Na noite desta quinta, um trecho da estrada Marechal Miguel Salazar Mendes de Moraes, que é a principal rua que corta a Cidade de Deus, ficou interditado e deu um nó na Linha Amarela, uma das vias de acesso ao aeroporto Internacional Tom Jobim e a Barra da Tijuca, onde ficam o Parque Olímpico, as vilas Olímpica e Paralímpica
Um áudio revela um pedido de socorro de um policial da unidade na hora do ataque a base da UPP. “Estão atacando a base nossa aqui, mané. Prioridade, estão atacando a base nossa aqui. Tiro pra c....Tiro pra c..... Porrada de 'carro' de polícia aqui 'destruído'. Sei nem o meu como é que está, mané”, disse o PM.
Barricadas foram incendiadas nas ruas e moradores relataram tiros ao longo de todo o dia. Com medo, comerciantes da região fecharam as portas.

O clima de tensão começou no fim da manhã desta quinta, quando um corpo foi encontrado perto dali, no fim da manhã. O comando das UPPs afirma que a vítima é Priscila Gonçalves Leite, de 34 anos, morta com um tiro no rosto. Ela seria sobrinha do traficante Éderson José Gonçalves Leite, um dos chefes do tráfico de drogas na localidade.


Sem comentários:

Publicar um comentário