quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Expediente do Detran é ampliado em uma hora por causa de paralisação 18 - 08 - 2016 -

Expediente do Detran é ampliado em uma hora por causa de paralisação

Até o dia 31, expediente vai começar às 7h30 e seguirá até 14h30.
Cliente prejudicado deve entrar no site do órgão e reagendar serviço.





Atendimento voltou ao normal nos postos do Detran-PE nesta terça (16) (Foto: Bruno Lafaiete/TV Globo)
O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE) informou que o expediente foi ampliado em uma hora. Até o dia 31, o atendimento na sede, na Iputinga, na Zona Oeste do Recife, vai começar às 7h30 e seguirá até as 14h30.
A medida é uma forma de tentar contemplar os clientes prejudicados pela paralisação de três dias realizada pelos servidores, entre quinta-feira (11) e segunda (15). Nos shopping centers, os serviços seguem os horários de funcionamento já estabelecidos.
Os trabalhadores reivindicam a revisão de termos da licitação do novo plano de saúde d acategoria. Os trabalhadores retomaram as atividades na terça-feira (16), mas prometem manter a mobilização até o fim do mês.. O objetivo é esperar a avaliação que será feita pelo Tribunal de Contas de  Pernambuco (TCE-PE), até o dia 31.
O Detran-PE informa, ainda, que os clientes  afetados pelo movimento devem reagendar os procedimentos pelo site. A dica do órgão de trânsito é  escolher o ponto de atendimento mais próximo para procurar o atendimento.
Nos casos excepcionais ou mais urgentes, em que há prazo limite para realização do serviços,  os clientes  devem entrar em contato com a central de atendimento, por meio dos números 3453-1514/3184-8109/3184-8129/3184-8274 e receber as devidas orientações.
São exemplos a retirada dos Certificado de Registro de Veículo (CRV, além de  ações como primeiro emplacamento, notificação e identificação de condutor.
saiba mais
Greve deixa clientes do Detran-PE sem atendimento a partir desta quinta
Após paralisação, servidores do Detran-PE retomam serviços na terça
Greve de servidores do Detran-PE completa um mês sem negociações
Greve do servidores do Detran-PE completa sete dias sem negociações
Servidores do Detran encerram greve e voltam ao trabalho na sexta
Serviços do Detran-PE só começam a partir das 11h nesta segunda-feira
Servidores do Detran-PE paralisam os atendimentos nesta quarta-feira
Paralisação
Na quarta-feira (3), ocorreu a primeira mobilização da categoria, com suspensão de serviços por 24 horas. Na segunda (8), os trabalhadores do Detran-PE realizaram uma assembleia e só começaram o expediente depois das 11h. Em seguida, houve o decreto de greve.
De acordo com Alexandre Bulhões, desde 2014 os trabalhadores contam com atendimento médico feito por meio de um contrato provisório. E, no momento de assinar o acordo definitivo, o órgão teria sinalizado com alterações prejudiciais à categoria.
Este ano, o governo, segundo Bulhões, se comprometeu com os trabalhadores a dar início ao processo de licitação para contratar o plano de saúde definitivo. O sindicalista diz que o Detran-PE  decidiu mudar alguns termos do futuro contrato. “Tomamos conhecimento que o novo plano de saúde oferecerá menos serviços do que os previstos no contrato provisório”, afirmou.
Bulhões ainda afirmou que a categoria ficou revoltada com possível alteração. “Corremos o risco de  ter uma redução de oferta de 100 médicos, três hospitais no Grande Recife, cinco unidades no interior e duas emergências 24 horas na capital”, declarou.
Outra greve
Este ano, os trabalhadores do Detran-PE cruzaram os braços por mais de um mês. O movimento começou no dia 3 de março e foi considerado ilegal pela Justiça. Na época, os trabalhadores reivindicavam reajuste salarial e melhoria no tíquete-refeição.

Sem comentários:

Publicar um comentário