Manifestantes protestam em apoio à Lava Jato em São Paulo Grupos se reúnem neste domingo (26) na Avenida Paulista e protestam ainda contra o foro privilegiado. PM e organizadores não divulgaram números de participantes em evento que começou às 14h.

Manifestantes protestam em apoio à Lava Jato em São Paulo
Grupos se reúnem neste domingo (26) na Avenida Paulista e protestam ainda contra o foro privilegiado. PM e organizadores não divulgaram números de participantes em evento que começou às 14h.


Grupos de manifestantes se reúnem na manhã deste domingo (26) na Avenida Paulista, região central de São Paulo, para apoiar a operação Lava Jato e para pedir, entre outras coisas, o fim do foro privilegiado. O protesto foi convocado pelas redes sociais na internet, principalmente pelo Facebook e WhatsApp.
Os grupos levaram seis caminhões, que estão posicionados entre a Rua Joaquim Eugênio de Lima até a Alameda Casa Branca. A concentração começou às 14h. Às 16h15, os manifestantes se espalhavam por quatro quarteirões desde a frente do Masp até a Alameda Joaquim Eugênio de Lima, mas com grandes espaços vazios onde não havia carros de som.
Também estão ocorrendo protestos em outras cidades do país. Uma delas é Jundiaí.
A Polícia Militar (PM), responsável por fazer a segurança na Avenida Paulista, não divulgou o número de público, mas informou que os atos seguiam pacíficos. Os organizadores do evento também não divulgaram números de manifestantes.



Fechada pela Prefeitura de São Paulo aos domingos para o lazer, a Avenida Paulista voltou a ser palco para grupos que, no ano passado, haviam pedido o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).
Os grupos que estão concentrados na Avenida Paulista são de diversas correntes, que vão das que querem, por exemplo, o fim do desarmamento até a intervenção militar. As pautas comuns entre eles são o apoio à Lava Jato, que é feita pela Polícia Federal (PF), o fim do foro privilegiado e o repúdio a proposta de lista fechada nas eleições.



Participam do protesto o Movimento Brasil Livre (MBL), Vem Pra Rua, Nas Ruas, Movimento Liberal Acorda Brasil. A maioria dos manifestantes usava camisetas e bandeiras do Brasil.
Máscaras com as imagens do juiz federal Sérgio Moro, do procurador Deltan Dallagnol e do ex-presidente Lula como vampiro foram distribuídas aos manifestantes. Uma faixa gigante pedindo o fim do foro privilegiado foi estendida na frente do Masp. O bonexo pixuleco, com a imagem de Lula, também foi inflado pelos manifestantes.






Comentários